Violência doméstica: Prisão preventiva para um de três detidos no Grande Porto

 A PSP deteve no Grande Porto três homens suspeitos de crimes de violência doméstica, um dos quais fica a aguardar o desenvolvimento do processo em prisão preventiva, informou hoje fonte policial. Um comunicado do comando da PSP/Porto indica que o homem sujeito à medida de coação mais gravosa é um desempregado de 41 anos, residente no Porto, indiciado por agressões à sua companheira, bem como por ameaças e injúrias a outros familiares. Também indiciado por ofensas à integridade física e ameaças à sua companheira está um motorista de 43 anos, residente em Vila Nova de Gaia, que fica obrigado a afastar-se da vítima e a não a contactar, estando sujeito a vigilância eletrónica. A mesma imposição de afastamento e proibição de contacto com a vítima foi determinada para um desemprego de 52 anos, morador em Rio Tinto, Gondomar, igualmente por alegadas ofensas à integridade física da sua companheira.

Violência doméstica: Prisão preventiva para um de três detidos no Grande Porto
 A PSP deteve no Grande Porto três homens suspeitos de crimes de violência doméstica, um dos quais fica a aguardar o desenvolvimento do processo em prisão preventiva, informou hoje fonte policial. Um comunicado do comando da PSP/Porto indica que o homem sujeito à medida de coação mais gravosa é um desempregado de 41 anos, residente no Porto, indiciado por agressões à sua companheira, bem como por ameaças e injúrias a outros familiares. Também indiciado por ofensas à integridade física e ameaças à sua companheira está um motorista de 43 anos, residente em Vila Nova de Gaia, que fica obrigado a afastar-se da vítima e a não a contactar, estando sujeito a vigilância eletrónica. A mesma imposição de afastamento e proibição de contacto com a vítima foi determinada para um desemprego de 52 anos, morador em Rio Tinto, Gondomar, igualmente por alegadas ofensas à integridade física da sua companheira.