Valentina foi asfixiada pelo pai e depois enterrada

Começam a ser revelados os contornos da morte de Valentina, criança de 9 anos que estava desparecida em Peniche e foi hoje encontrada enterrada junto à casa onde vivia. Avança a CM TV que terá sido o pai a assassinar a própria filha, asfixiando-a com as próprias mãos. O crime terá sido cometido quando a criança se encontrava no banho, na banheira, tendo depois sido transportada para o local onde foi encontrada pelas autoridades, já enterrada. Ainda não foi descortinada a participação da madrasta no crime, se terá sido cúmplice ou participado ativamente no crime. Mas parece certo que, pelo menos, ajudou a esconder o cadáver da criança.

Começam a ser revelados os contornos da morte de Valentina, criança de 9 anos que estava desparecida em Peniche e foi hoje encontrada enterrada junto à casa onde vivia. Avança a CM TV que terá sido o pai a assassinar a própria filha, asfixiando-a com as próprias mãos. O crime terá sido cometido quando a criança se encontrava no banho, na banheira, tendo depois sido transportada para o local onde foi encontrada pelas autoridades, já enterrada. Ainda não foi descortinada a participação da madrasta no crime, se terá sido cúmplice ou participado ativamente no crime. Mas parece certo que, pelo menos, ajudou a esconder o cadáver da criança.