VA Spirits vai produzir aguardente de banana

Maria Nascimento e Paulo Mendes são os impulsionadores da VA Spirits, uma empresa recentemente criada, que está prestes a lançar-se no mercado. Esta quarta-feira, a nova destilaria, instalada na Estrada do Livramento, nos Canhas, recebeu a visita do presidente do Governo Regional, que ficou a conhecer o novo espaço. A VA Spirits é uma das empresas que beneficiou de uma candidatura ao PRODERAM 2020, mais especificamente no âmbito da medida 4.2.2 – Investimento em empresas de transformação e comercialização de produtos agrícolas –, tendo em vista a criação de uma unidade industrial para a produção de bebidas espirituosas destiladas, com cariz e características locais, através do aproveitamento de produtos agrícolas regionais com valor comercial muito baixo. Segundo refere Maria Nascimento, a VA Spirits surgiu de um projeto com Paulo Mendes, que “já existia há algum tempo”, dedicado à consultadoria na área dos vinhos tranquilos: o Vinha Alta. Depois do projeto, nasce agora a empresa, a VA Spirits, virada para a produção de bebidas destiladas, “nomeadamente aguardentes de fruto, com o objetivo de potenciar a produção agrícola e o excesso” que, de outra forma, iria para o lixo. A intenção passa assim, também, por poder “aproveitar para criar um produto distinto, de qualidade, e diferente dos produtos que, normalmente, a Região apresenta”. “Não são licores, é aguardente, mas também não é aguardente de cana, é uma aguardente de fruta”, especificou Maria Nascimento. “Iremos arrancar com as máquinas esta semana, e começaremos a produção de aguardente de banana, que é o primeiro produto que vamos produzir, durante o mês de maio”, referiu, no final da visita de Miguel Albuquerque, aos jornalistas. “No final do mês de maio, início de junho, contamos estar prontos para lançar o produto.” FOTO JOANA SOUSA

VA Spirits vai produzir aguardente de banana
Maria Nascimento e Paulo Mendes são os impulsionadores da VA Spirits, uma empresa recentemente criada, que está prestes a lançar-se no mercado. Esta quarta-feira, a nova destilaria, instalada na Estrada do Livramento, nos Canhas, recebeu a visita do presidente do Governo Regional, que ficou a conhecer o novo espaço. A VA Spirits é uma das empresas que beneficiou de uma candidatura ao PRODERAM 2020, mais especificamente no âmbito da medida 4.2.2 – Investimento em empresas de transformação e comercialização de produtos agrícolas –, tendo em vista a criação de uma unidade industrial para a produção de bebidas espirituosas destiladas, com cariz e características locais, através do aproveitamento de produtos agrícolas regionais com valor comercial muito baixo. Segundo refere Maria Nascimento, a VA Spirits surgiu de um projeto com Paulo Mendes, que “já existia há algum tempo”, dedicado à consultadoria na área dos vinhos tranquilos: o Vinha Alta. Depois do projeto, nasce agora a empresa, a VA Spirits, virada para a produção de bebidas destiladas, “nomeadamente aguardentes de fruto, com o objetivo de potenciar a produção agrícola e o excesso” que, de outra forma, iria para o lixo. A intenção passa assim, também, por poder “aproveitar para criar um produto distinto, de qualidade, e diferente dos produtos que, normalmente, a Região apresenta”. “Não são licores, é aguardente, mas também não é aguardente de cana, é uma aguardente de fruta”, especificou Maria Nascimento. “Iremos arrancar com as máquinas esta semana, e começaremos a produção de aguardente de banana, que é o primeiro produto que vamos produzir, durante o mês de maio”, referiu, no final da visita de Miguel Albuquerque, aos jornalistas. “No final do mês de maio, início de junho, contamos estar prontos para lançar o produto.” FOTO JOANA SOUSA