Três centros de saúde com consultas complementares para acudir situações de gripe

Decorreu esta sexta-feira no IASAÚDE uma conferência de imprensa para dar conta das atividades complementares no âmbito do plano de contingência para o inverno, ativo na Região desde outubro e que deverá vigorar até maio de 2020. Para antecipar...

Três centros de saúde com consultas complementares para acudir situações de gripe
Decorreu esta sexta-feira no IASAÚDE uma conferência de imprensa para dar conta das atividades complementares no âmbito do plano de contingência para o inverno, ativo na Região desde outubro e que deverá vigorar até maio de 2020. Para antecipar as prováveis necessidades adicionais da população durante o período que antecede o Natal até o final da época das festas, foram apresentadas medidas complementares a ser implementadas no SESARAM, nomeadamente através da adequação da oferta e dos procedimentos nas consultas dos cuidados de saúde primários da Região, não havendo por agora registo de um aumento de procura. A diminuição das temperaturas e consequente aumento das síndromes gripais que se fazem prever, levou a que o SESARAM procurasse melhorar a resposta para evitar um fluxo anormal aos serviços de urgência. Rafaela Fernandes, presidente do Conselho de Administração do Serviço de Saúde da Região (SESARAM) explicou que a partir do dia 16 de dezembro serão abertas três consultas complementares, nos centros de saúde do Bom Jesus, de Santo António e de Câmara de Lobos. Isto significa que, para além do funcionamento normal nestas unidades, serão disponibilizadas consultas que se destinam a situações em que, por norma, os utentes acedem a serviços de urgência. Assim sendo, para evitar ‘entupir’ estes serviços, as consultas estarão em funcionamento, de segunda a sexta-feira, em Câmara de Lobos, das 9h00 às 16h00, sendo que, nos dois centros de saúde do Funchal, as mesmas vão funcionar entre as 14h00 às 20h00. Foi também criada uma segunda ferramenta para garantir uma “gestão uniforme” das vagas disponibilizadas durante este período. Trata-se de uma linha de atendimento, a ‘Linha Saúde Inverno’, com o número 961186549, para o qual os utentes deverão ligar para receber orientação para o serviço com maior disponibilidade prestar atendimento naquele momento.