Suspeito de homicídio no Jardim do Mar já chegou ao Tribunal

O alegado autor do homicídio de uma mulher de 53 anos na madrugada desta segunda-feira no Jardim do Mar já chegou ao Palácio da Justiça, no Funchal, onde será presente ao juíz para interrogatório. Ao final do dia deverão ser conhecidas as medidas...

Suspeito de homicídio no Jardim do Mar já chegou ao Tribunal
O alegado autor do homicídio de uma mulher de 53 anos na madrugada desta segunda-feira no Jardim do Mar já chegou ao Palácio da Justiça, no Funchal, onde será presente ao juíz para interrogatório. Ao final do dia deverão ser conhecidas as medidas de coação. O indivíduo, de 39 anos pernoitou no Estabelecimento Prisional do Funchal, tendo estado ao longo da tarde de ontem a ser ouvido no Departamento de Investigação e Ação Penal do Funchal. A vítima tinha 53 anos e o principal suspeito é natural e Câmara de Lobos, tendo se colocado a monte após a denúncia do crime, na madrugada de segunda-feira, sendo depois detido na Calheta. Ester Cabral e Ludgero Oliveira estariam casados há cerca de um ano, e, segundo declarações do tio da vítima à CMTV, teriam uma relação com problemas constantes. Segundo consta, muitas das brigas estariam relacionadas com a toxicodependência do alegado homicida. Partiu da própria família da vitima denunciar a identidade do alegado homicida, pedindo que se faça justiça. Alguns familiares de Ester Cabral manifestaram-se através de publicações na rede social Facebook, esperando que o caso sirva de exemplo para que ninguém deixe impune um ato de violência doméstica. O suspeito chegou pela mão de agentes da Polícia Judiciária, entrando de imediato nas instalações.