SPD alemão consegue manter bastião de Hamburgo

O Partido Social-democrata alemão (SPD) venceu hoje as eleições regionais na cidade-estado de Hamburgo, mas vai necessitar de um parceiro, enquanto a Alternativa para a Alemanha (AfD, extrema-direita) pode ficar fora do parlamento regional....

SPD alemão consegue manter bastião de Hamburgo
O Partido Social-democrata alemão (SPD) venceu hoje as eleições regionais na cidade-estado de Hamburgo, mas vai necessitar de um parceiro, enquanto a Alternativa para a Alemanha (AfD, extrema-direita) pode ficar fora do parlamento regional. As eleições ocorreram apenas duas semanas após o abalo político motivado pelo fim, no estado da Turíngia, do ostracismo político imposto à AfD, e quatro dias após o atentado xenófobo de Hanau, com dez mortos, e que podem ter condicionado o voto em Hamburgo, apesar da primazia dos fatores locais. Às 20:47 locais (19:47 na Madeira), as previsões da cadeira televisiva ARD indicavam que, apesar de um recuo, o SPD irá manter um dos seus grandes feudos com 38,9% dos votos (contra os 45,6% obtidos em 2015). Os Verdes surgiam na segunda posição com 24,4%, duplicando os votos de há cinco anos (12,3%), seguidos pela União cristã-democrata (CDU) da chanceler alemã Angela Merkel, que obteve 11,2% de apoios (15,9% em 2015), o seu pior resultado na cidade-estado, e do Die Linke (A Esquerda), com 9,1% (8,5%). O Partido Liberal (FDP) e a AfD, com 5% e 5,1% dos sufrágios, de acordo com a contagem provisória, poderiam ficar fora do parlamento regional, por eventualmente na contagem final não conseguirem ultrapassar a barreira obrigatória dos 5% para garantir representação. Segundo estes dados, o atual presidente de câmara social-democrata, Peter Tschentscher, deverá renovar o mandato, mas necessita de um parceiro para garantir maioria no executivo regional, admitindo-se que renove a sua coligação com os Verdes, firmada após o escrutínio de 2015.