Portugal coloca na quarta-feira até 1.250 ME em dívida a seis e a 10 anos

Portugal vai colocar na quarta-feira até 1.250 milhões de euros em Obrigações do Tesouro (OT) a cerca de seis e 10 anos, foi hoje anunciado. A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) anunciou hoje que vai realizar na quarta-feira...

Portugal coloca na quarta-feira até 1.250 ME em dívida a seis e a 10 anos
Portugal vai colocar na quarta-feira até 1.250 milhões de euros em Obrigações do Tesouro (OT) a cerca de seis e 10 anos, foi hoje anunciado. A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) anunciou hoje que vai realizar na quarta-feira dois leilões de OT com maturidade em 15 de outubro de 2025 e em 18 de outubro de 2030, com um montante indicativo global entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros. No anterior leilão comparável de OT a seis anos, Portugal colocou em 12 de fevereiro 564 milhões de euros a juros negativos de -0,057% e a procura cifrou-se em 1.369 milhões de euros, 2,43 vezes o montante colocado. Em relação ao mais recente leilão de OT a cerca de 10 anos, este realizou-se em 08 de janeiro, quando Portugal emitiu 4.000 milhões de euros a uma taxa de juro de 0,499% e a procura se cifrou em 25.000 milhões de euros. Esta operação foi sindicada, já que o IGCP mandatou o Citi, o Deutsche Bank, o Goldman Sachs, o HSBC, o J.P. Morgan e o Novo Banco como gestores da colocação. "Esta é a primeira transação sindicada da República Portuguesa em 2020 e com esta emissão a República completou cerca de 20% do objetivo bruto de emissões de 16,7 mil milhões de euros através de leilões e operações sindicadas em 2020", assinalou na altura o IGCP em comunicado enviado às redações.