POCIF: Pedro Ramos considera balanço até agora muito positivo e anuncia novas viaturas para estruturas de comando

"Até final do ano as estruturas de comando dos bombeiros na Região vai receber mais 10 viaturas”, garantiu Pedro Ramos, enquanto visitava as várias equipas ECIF, formações de bombeiros que realizam patrulhamento, prevenção, vigilância e combate...

POCIF: Pedro Ramos considera balanço até agora muito positivo e anuncia novas viaturas para estruturas de comando
"Até final do ano as estruturas de comando dos bombeiros na Região vai receber mais 10 viaturas”, garantiu Pedro Ramos, enquanto visitava as várias equipas ECIF, formações de bombeiros que realizam patrulhamento, prevenção, vigilância e combate a incêndios florestais no âmbito do Plano Operacional de Combate a Incêndios (POCIF). O governante fez-se acompanhar de uma estrutura de comando e direção do Serviço regional de Proteção Civil (SRPC). O secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, considera que o balanço do Plano Operacional de Combate aos Incêndios Florestais (POCIF) "é muito "positivo” , apesar de ainda estarmos no primeiro mês de trabalhos. O governante considera que existe um contingente de operacionais e de meios envolvidos “muito bom”, e garantiu que “até final do ano o governo conta reforçar as estruturas de comando da Região com mais 10 viaturas”. Aproveitando a ocasião e a vista aos operacionais dos bombeiros no terreno, Pedro Ramos entregou um tablet de controlo de informação e comunicação para registo e monotorização dos pontos de situação nos vários teatros de operações, agora feitos online e na hora pelas equipas ECIF. "Comparando junho e julho, 2017, 2018, 2019” existem ”2.559 profissionais envolvidos" até agora. O programa já custou os "150 mil euros", já patrulhou "74 mil quilómetros", numa área que tem sido "progressivamente aumentada" desde os últimos dois anos precisamente por ter "aumentado o número de equipas”. Além deste aumento de operacionais no terreno, há agora uma articulação com o "oficial de ligação", elemento do comando operacional e que realiza "controlo e coordenação de meios no Serviço Regional de Proteção Civil", em turnos de ”24 horas por dia" durante o período do POCIF. São ”16 Equipas de Combate a Incêndios Florestais (ECIF) no terreno e de reserva, disponibilizada por cada corporação de cada concelho, excetuando o Porto Santo. Todas as corporações de bombeiros “estão muito bem apetrechadas" de meios para prontamente "intervir em qualquer cenário".