Pelo menos 18 mortos num tiroteio em prisão hondurenha

Pelo menos 18 pessoas morreram num tiroteio numa prisão hondurenha, três dias depois de as autoridades decretarem estado de emergência no sistema penitenciário após vários episódios de violência nos últimos meses. "Um total de 18 prisioneiros...

Pelo menos 18 mortos num tiroteio em prisão hondurenha
Pelo menos 18 pessoas morreram num tiroteio numa prisão hondurenha, três dias depois de as autoridades decretarem estado de emergência no sistema penitenciário após vários episódios de violência nos últimos meses. "Um total de 18 prisioneiros morreram ", disse o porta-voz da Força Nacional de Segurança Interinstitucional (Fusina), José Coello. O tiroteio ocorreu entre as 16:00 e as 17:00, (22:00 e 23:00 de sexta-feira em Lisboa) entre os presos do centro penal Tela, o departamento caribenho de Atlántida, por motivos ainda desconhecidos. Pelo menos vinte presos ficaram feridos, alguns gravemente, e foram levados para hospitais estaduais, onde recebem atendimento, acrescentou o porta-voz. As autoridades investigam a entrada na prisão de armas usadas no confronto entre prisioneiros, acrescentando que as autoridades retomaram o controlo da prisão O Poder Executivo declarou na terça-feira um estado de emergência no sistema penitenciário após vários episódios de violência nos últimos meses devido a problemas de segurança nas prisões. Composto por cerca de 30 prisões, o sistema penitenciário hondurenho abriga cerca de 22.000 prisioneiros, quando a sua capacidade máxima é de 8.000. A junta interveniente terá entre as suas funções a obtenção da normalização e funcionamento adequado dos centros penais, bem como nos centros de detenção de menores.