Navio 'Rebecca S' reforça linhas marítimas entre o Continente e a Madeira

O armador GSLINES, do Grupo Sousa, adquiriu hoje o navio “Rebecca S” para reforço das linhas marítimas entre Portugal continental e as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, em substituição do navio afretado “Pantonio”. O “Rebecca S”, que...

Navio 'Rebecca S' reforça linhas marítimas entre o Continente e a Madeira
O armador GSLINES, do Grupo Sousa, adquiriu hoje o navio “Rebecca S” para reforço das linhas marítimas entre Portugal continental e as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, em substituição do navio afretado “Pantonio”. O “Rebecca S”, que até agora operava nas Caraíbas com o nome “Samba”, registado em Antígua e Barbuda, será registado no Registo Internacional de Navios da Madeira, RIN-MAR, passando a arvorar bandeira portuguesa. Presentemente atracado em Kingston, Jamaica, nos próximos dias o “Rebecca S” será submetido a uma inspeção subaquática com mergulhadores certificados, auditado e certificado no âmbito dos códigos internacionais aplicáveis (ISM, ISPS e MLC). O navio recebe hoje em Kingston a visita da equipa técnica do Grupo Sousa chefiada por Valter Lopes, diretor técnico da STEERMAR (empresa de gestão dos navios do Grupo Sousa), do inspetor nomeado pela Sociedade Classificadora DNV-GL Portugal, António Marinho, e do técnico de comunicações por satélite, Fábio Fonseca, da AAGEHEMPEL. Prevendo-se a chegada do “Rebecca S” a Lisboa no início de dezembro, ficará sob o comando do comandante Paulo Silva, contando a sua tripulação com dois oficiais madeirenses, a imediato, Ana Melim, e o chefe de máquinas, Alexandre Bettencourt.