Moradores do Bairro de São Gonçalo protestam contra IHM

Cerca de 20 pessoas vão manifestar-se publicamente contra a decisão do Instituto de Habitação da Madeira (IHM) de as realojar em apartamentos que não correspondem ao acordo celebrado entre várias famílias e este organismo público.  Um total...

Moradores do Bairro de São Gonçalo protestam contra IHM
Cerca de 20 pessoas vão manifestar-se publicamente contra a decisão do Instituto de Habitação da Madeira (IHM) de as realojar em apartamentos que não correspondem ao acordo celebrado entre várias famílias e este organismo público.  Um total de 21 famílias foi realojado pelo IHM em habitações privadas para proceder à construção de novos apartamentos no bairro de São Gonçalo, tendo ficado acordado por escrito que voltariam ao local onde viviam após a conclusão das obras.  Segundo Jessica Teixeira, porta-voz do grupo de moradores que tenciona manifestar-se a partir das 16h00, o IHM mudou de ideias e tem vindo a informar os moradores que pretende realojar nas novas habitações algumas das pessoas que foram afetadas pelos incêndios de 2016. O realojamento das 21 famílias ficaria para uma fase posterior, e para novas habitações que o IHM pretende construir numa zona limítrofe ao Bairro de São Gonçalo. “Queremos voltar ao lugar onde sempre vivemos”, afirmou Jessica Teixeira, sublinhando que as famílias, que possuem documentos assinados, não aceitam ir viver para outro local que não o original.