Ministério das Infraestruturas e ANAC não comentam Plano de Contingência da Região

O Ministério das Infraestruturas e a ANAC escusaram-se a comentar o plano de contingência da Região Autónoma da Madeira, apresentado ontem pelo presidente do Governo Regional. Fonte do Gabinete de Imprensa do Ministério das Infraestruturas e da Habitação afiançou ao JM que o “Governo Nacional não vai comentar as medidas tomadas pelo Governo Regional da Madeira”, numa postura que também foi adotada por uma das responsáveis da Autoridade Nacional de Avião Civil contactada por nós. Recorde-se que o Executivo madeirense anunciou, em conferência de imprensa, medidas que pretendem garantir a segurança e o bem-estar da população da Região, com decisões que passam, por exemplo, por “um controlo na origem dos passageiros, quer no aeroporto, quer nos portos”, que depois “é comunicado via informática às autoridades competentes ao nível regional”.

Ministério das Infraestruturas e ANAC não comentam Plano de Contingência da Região
O Ministério das Infraestruturas e a ANAC escusaram-se a comentar o plano de contingência da Região Autónoma da Madeira, apresentado ontem pelo presidente do Governo Regional. Fonte do Gabinete de Imprensa do Ministério das Infraestruturas e da Habitação afiançou ao JM que o “Governo Nacional não vai comentar as medidas tomadas pelo Governo Regional da Madeira”, numa postura que também foi adotada por uma das responsáveis da Autoridade Nacional de Avião Civil contactada por nós. Recorde-se que o Executivo madeirense anunciou, em conferência de imprensa, medidas que pretendem garantir a segurança e o bem-estar da população da Região, com decisões que passam, por exemplo, por “um controlo na origem dos passageiros, quer no aeroporto, quer nos portos”, que depois “é comunicado via informática às autoridades competentes ao nível regional”.