Miguel Albuquerque visita exploração agrícola no Faial

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, visita amanhã, dia 5 de setembro de 2020, pelas 11 horas, no Faial, uma exploração agrícola. A exploração agrícola, localizada no sítio da Cova (Faial), é propriedade de Horácio Jorge Caetano Freitas e recebeu apoio do PRODERAM. É constituída por sete parcelas, quatro localizadas na freguesia de Santana e três na freguesia do Faial. Segundo nota da presidência do Governo Regional, os apoios do PRODERAM foram para as parcelas localizadas no Faial. Os investimentos aprovados pelo PRODERAM incluíram a instalação de tanque pré-fabricado (36 metros cúbicos), a construção de estufa para hortícolas (3 mil metros quadrados) e morangos em hidroponia (320 metros quadrados), a instalação de um sistema de rega para as hortícolas sob coberto, a instalação de um sistema de rega em três mil metros quadrados, a aquisição de uma geradora (insonorizada, a gasóleo) e ainda a instalação de dois contadores volumétricos. O empresário produz tomates, curgetes, morangos, pimentão, pepino, alface, batata, couve, feijão verde e anona.  

Miguel Albuquerque visita exploração agrícola no Faial
O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, visita amanhã, dia 5 de setembro de 2020, pelas 11 horas, no Faial, uma exploração agrícola. A exploração agrícola, localizada no sítio da Cova (Faial), é propriedade de Horácio Jorge Caetano Freitas e recebeu apoio do PRODERAM. É constituída por sete parcelas, quatro localizadas na freguesia de Santana e três na freguesia do Faial. Segundo nota da presidência do Governo Regional, os apoios do PRODERAM foram para as parcelas localizadas no Faial. Os investimentos aprovados pelo PRODERAM incluíram a instalação de tanque pré-fabricado (36 metros cúbicos), a construção de estufa para hortícolas (3 mil metros quadrados) e morangos em hidroponia (320 metros quadrados), a instalação de um sistema de rega para as hortícolas sob coberto, a instalação de um sistema de rega em três mil metros quadrados, a aquisição de uma geradora (insonorizada, a gasóleo) e ainda a instalação de dois contadores volumétricos. O empresário produz tomates, curgetes, morangos, pimentão, pepino, alface, batata, couve, feijão verde e anona.