Mercadores abastecedores doaram em 2018 mais de mil toneladas de produtos frescos

A Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores (SIMAB) doou, em 2018, mais de mil toneladas de frutas e legumes a 72 mil instituições de apoio social, ao abrigo do programa de combate ao desperdício alimentar, foi hoje anunciado. “Nos nossos...

Mercadores abastecedores doaram em 2018 mais de mil toneladas de produtos frescos
A Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores (SIMAB) doou, em 2018, mais de mil toneladas de frutas e legumes a 72 mil instituições de apoio social, ao abrigo do programa de combate ao desperdício alimentar, foi hoje anunciado. “Nos nossos quatro mercados abastecedores foram recolhidos 1.995.493,11 quilogramas de frutas e legumes, o que permitiu doar e ajudar 72.561 organizações com produtos frescos”, disse Rui Paulo Figueiredo, presidente da SIMAB, em Portimão. Ao intervir no fórum “Combate ao Desperdício Alimentar - uma causa de todos”, que decorreu na cidade algarvia de Portimão, aquele responsável referiu que das mais de mil toneladas, “25% das recolhas foram efetuadas na região de Lisboa (MARL), e as restantes 75% nos mercados abastecedores das regiões de Braga (MARB), Évora (MARE) e de Faro (MARF). “São números elucidativos do empenho de todo o país na redução do desperdício alimentar, uma luta mundial que é uma das nossas prioridades”, destacou. Rui Paulo Figueiredo acrescentou que a SIMAB, empresa do setor empresarial do Estado, e uma das maiores plataformas de logística agroalimentar do país, “tem vindo a reforçar o combate ao desperdício alimentar, estando prevista a criação de um novo espaço para aumentar a capacidade de armazenamento de produtos frescos [frutas e legumes]”. “Para além do aumento da capacidade de armazenamento, temos previstas campanhas de sensibilização e de comunicação em colaboração com diversas organizações recetoras”, destacou. Criada em 1993, a SIMAB é uma sociedade anónima que presta serviços de gestão, conceção, instalação, dimensionamento, revitalização e modernização de mercados abastecedores e municipais, sendo a acionista maioritária dos mercados abastecedores das regiões de Lisboa, Braga, Évora e Faro. O combate ao desperdício alimentar foi o tema do fórum escolhido por diversas entidades para assinalar o Dia Mundial da Alimentação, no auditório do Museu Municipal de Portimão, no distrito de Faro. Na iniciativa promovida pelo Banco Alimentar Contra a Fome do Algarve, em parceria com a Câmara de Portimão e a Universidade do Algarve, participaram entidades ligadas à temática do combate ao desperdício alimentar, organizações não governamentais e associações ligadas à distribuição dos produtos.