Mais de 100 mil euros para limpeza periódica de caminhos pedestres do Funchal

A Câmara Municipal do Funchal investiu cerca de 106 mil euros na aquisição de serviços de desmatação, desobstrução, manutenção e recuperação de caminhos pedestres no concelho.   De acordo com Miguel Silva Gouveia, o objetivo destes trabalhos, que acontecerão periodicamente ao longo de todo o ano de 2021, é “garantir a limpeza e as condições de segurança na maioria dos trajetos da rede de percursos pedestres do Parque Ecológico do Funchal”. “Pretendemos garantir, igualmente, a limpeza de uma faixa de gestão de combustíveis nas principais redes viárias do Parque e manter a rede de drenagem das águas pluviais devidamente desobstruída”, acrescentou o presidente da autarquia. Segundo explica a nota enviada à redação, os trabalhos variam consoante a zona de intervenção. “No Caminho Florestal da Casa do Barreiro, a intervenção passará pela desmatação nas áreas marginais, numa faixa de 5 metros para cada lado dos limites do pavimento, com o objetivo de gerir a carga combustível. Na Estrada Municipal do Chão da Lagoa, terá lugar, por sua vez, a limpeza de valetas, condutas, caixas de receção de águas e aquedutos que integram os sistemas de drenagem deste arruamento, regularizando assim o escoamento das águas em alturas de precipitação mais elevada. A intervenção será realizada 2 vezes ao longo deste ano, numa extensão aproximada de 8500 metros”, pode ler-se. Já no que toca à limpeza dos Percursos Pedestres Recomendados, esta acontecerá no PR3 – Pico do Areeiro – Ribeira das Cales; PR 3.1 – Ribeira das Cales ao Terreiro da Luta; PR 4 – Poço da Neve - Casa do Barreiro; (Nova Ligação) ao PR4 Ribeira das Cales – Portão Norte do Caminho florestal da Casa do Barreiro - Levada do Barreiro. Também o percurso Caminho Florestal da Casa do Barreiro – Caminho dos Tornos Altos – Ponte do Pisão – Levada dos Tornos – Antiga Estação de Tratamento de Águas dos Tornos - Caminho dos Tornos será lavo de limpeza três vezes o longo do ano, a que se juntam ainda ao Caminho Reverendo Padre Eugénio Borgonovo e o itinerário Levada do Barreiro – Vereda do “Apartamento” – Vale da Ribeira de Santa Luzia – Levada do Barreiro – Caminho Eira do Serrado, que também serão intervencionados. Em 2019, a Cãmara do Funchal recuperou cerca de 12,8 km de caminhos pedestres no Parque Ecológico do Funchal, num investimento que ascendeu então a 361 mil euros, resultado da aprovação de uma candidatura ao programa comunitário PRODERAM 2020,  

Mais de 100 mil euros para limpeza periódica de caminhos pedestres do Funchal
A Câmara Municipal do Funchal investiu cerca de 106 mil euros na aquisição de serviços de desmatação, desobstrução, manutenção e recuperação de caminhos pedestres no concelho.   De acordo com Miguel Silva Gouveia, o objetivo destes trabalhos, que acontecerão periodicamente ao longo de todo o ano de 2021, é “garantir a limpeza e as condições de segurança na maioria dos trajetos da rede de percursos pedestres do Parque Ecológico do Funchal”. “Pretendemos garantir, igualmente, a limpeza de uma faixa de gestão de combustíveis nas principais redes viárias do Parque e manter a rede de drenagem das águas pluviais devidamente desobstruída”, acrescentou o presidente da autarquia. Segundo explica a nota enviada à redação, os trabalhos variam consoante a zona de intervenção. “No Caminho Florestal da Casa do Barreiro, a intervenção passará pela desmatação nas áreas marginais, numa faixa de 5 metros para cada lado dos limites do pavimento, com o objetivo de gerir a carga combustível. Na Estrada Municipal do Chão da Lagoa, terá lugar, por sua vez, a limpeza de valetas, condutas, caixas de receção de águas e aquedutos que integram os sistemas de drenagem deste arruamento, regularizando assim o escoamento das águas em alturas de precipitação mais elevada. A intervenção será realizada 2 vezes ao longo deste ano, numa extensão aproximada de 8500 metros”, pode ler-se. Já no que toca à limpeza dos Percursos Pedestres Recomendados, esta acontecerá no PR3 – Pico do Areeiro – Ribeira das Cales; PR 3.1 – Ribeira das Cales ao Terreiro da Luta; PR 4 – Poço da Neve - Casa do Barreiro; (Nova Ligação) ao PR4 Ribeira das Cales – Portão Norte do Caminho florestal da Casa do Barreiro - Levada do Barreiro. Também o percurso Caminho Florestal da Casa do Barreiro – Caminho dos Tornos Altos – Ponte do Pisão – Levada dos Tornos – Antiga Estação de Tratamento de Águas dos Tornos - Caminho dos Tornos será lavo de limpeza três vezes o longo do ano, a que se juntam ainda ao Caminho Reverendo Padre Eugénio Borgonovo e o itinerário Levada do Barreiro – Vereda do “Apartamento” – Vale da Ribeira de Santa Luzia – Levada do Barreiro – Caminho Eira do Serrado, que também serão intervencionados. Em 2019, a Cãmara do Funchal recuperou cerca de 12,8 km de caminhos pedestres no Parque Ecológico do Funchal, num investimento que ascendeu então a 361 mil euros, resultado da aprovação de uma candidatura ao programa comunitário PRODERAM 2020,