Machico e Santa Cruz nos projetos de 110 mil euros para combate à Covid-19

A Fundação Rotária Portuguesa contribuiu com 110 mil euros para o combate à Covid-19. O montante resulta do apoio a vários clubes rotários, entre os quais o Rotary Clube de Machico-Santa Cruz, que estão a implementar projetos para instituições de saúde e de solidariedade De acordo com nota enviada à comunicação social, a Fundação Rotária Portuguesa ( FRP) diz que já tinha inicialmente destinado 100 mil euros para esta fase extraordinária de candidaturas de apoio ao combate à pandemia. Mas, perante a qualidade e o empenhamento dos clubes, a comissão executiva não quis deixar de fora qualquer iniciativa proposta. Este acréscimo será compensado com donativos que a Fundação irá tentar angariar. Os clubes já apoiados com esta iniciativa são: Rotary Club (RC) de Ponta Delgada, RC de Abrantes, RC de Ovar, RC de Cascais-Estoril, RC de Lisboa-Norte, RC de Fátima, RC de Algés, RC de Calda da Rainha e RC Machico S. Cruz. Os projetos por estes apresentados e a sua implementação têm também o acompanhamento dos governadores dos dois distritos rotários de Portugal. Para a Fundação Rotária Portuguesa, esta iniciativa vem demonstrar, uma vez mais, a dinâmica e empenhamento dos clubes rotários e da interação entre estes e a Fundação na promoção dos valores solidários. "Estamos orgulhosos por ter contribuído para mitigar as carências e o sofrimento de tantos profissionais da saúde e de cidadãos mais desfavorecidos, através do apoio aos clubes rotários nos projectos de combate à Covid-19", refere a comissão executiva.

Machico e Santa Cruz nos projetos de 110 mil euros para combate à Covid-19
A Fundação Rotária Portuguesa contribuiu com 110 mil euros para o combate à Covid-19. O montante resulta do apoio a vários clubes rotários, entre os quais o Rotary Clube de Machico-Santa Cruz, que estão a implementar projetos para instituições de saúde e de solidariedade De acordo com nota enviada à comunicação social, a Fundação Rotária Portuguesa ( FRP) diz que já tinha inicialmente destinado 100 mil euros para esta fase extraordinária de candidaturas de apoio ao combate à pandemia. Mas, perante a qualidade e o empenhamento dos clubes, a comissão executiva não quis deixar de fora qualquer iniciativa proposta. Este acréscimo será compensado com donativos que a Fundação irá tentar angariar. Os clubes já apoiados com esta iniciativa são: Rotary Club (RC) de Ponta Delgada, RC de Abrantes, RC de Ovar, RC de Cascais-Estoril, RC de Lisboa-Norte, RC de Fátima, RC de Algés, RC de Calda da Rainha e RC Machico S. Cruz. Os projetos por estes apresentados e a sua implementação têm também o acompanhamento dos governadores dos dois distritos rotários de Portugal. Para a Fundação Rotária Portuguesa, esta iniciativa vem demonstrar, uma vez mais, a dinâmica e empenhamento dos clubes rotários e da interação entre estes e a Fundação na promoção dos valores solidários. "Estamos orgulhosos por ter contribuído para mitigar as carências e o sofrimento de tantos profissionais da saúde e de cidadãos mais desfavorecidos, através do apoio aos clubes rotários nos projectos de combate à Covid-19", refere a comissão executiva.