Londres tem um novo grupo folclórico madeirense. Primeiro espetáculo realiza-se hoje

Grupo Cultura Popular. É esta a designação do novo grupo folclórico fundado no passado dia 16 de janeiro por emigrantes madeirenses em Londres.  Instado a revelar o motivo subjacente à formação deste grupo, o fundador, João Ascenção, explicou...

Londres tem um novo grupo folclórico madeirense. Primeiro espetáculo realiza-se hoje
Grupo Cultura Popular. É esta a designação do novo grupo folclórico fundado no passado dia 16 de janeiro por emigrantes madeirenses em Londres.  Instado a revelar o motivo subjacente à formação deste grupo, o fundador, João Ascenção, explicou que a ideia nasceu da "paixão pelas nossas tradições madeirenses". "Isto nasceu do coração", vincou. O Grupo Cultura Popular tem atualmente 17 membros, mas conforme esclareceu João Ascenção, carece de "mais pessoas, mais talento, mais artistas e mais instrumentos", pelo que terão de ser integrados pelo menos "mais cinco ou seis membros". Acerca dos planos para este ano, o fundador revelou que a inscrição no Consulado e na Federação Portuguesa do Folclore são alguns dos desejos, não escondendo a ambição de atuar na Madeira, a terra que o viu nascer. "A minha ambição é um dia levar o nosso grupo à Madeira e fazer uma pequena apresentação aí, na minha terra".  Hoje é dia de estreia para este novo grupo folclórico, que irá realizar o primeiro espetáculo desde a sua fundação, no passado mês de janeiro. "Hoje vamos realizar o nosso primeiro espetáculo, será uma grande festa, temos casa completamente esgotada aqui na nossa comunidade, na igreja local. Vamos ter 250 pessoas presentes e já tivemos de recusar 30 ou 40 pessoas por falta de espaço. Nem eu estava à espera de tanta adesão", reconheceu João Ascenção, confessando algum nervosismo. O fundador do grupo presta ainda um agradecimento ao presidente do Cultural de Londres, José Manuel Sousa, e respetiva equipa, sem cujo contributo teria sido "quase impossível" organizar esta primeira atuação.