JPP dá aval a um governo PSD/CDS

As palavras não são de Élvio Sousa mas ficam implicitas à saída da audiência com o Representante da República. De resto, nem se mete em eventuais negociações com quaisquer cores, reservando-se para mais tarde, caso seja necessário o seu contributo...

JPP dá aval a um governo PSD/CDS
As palavras não são de Élvio Sousa mas ficam implicitas à saída da audiência com o Representante da República. De resto, nem se mete em eventuais negociações com quaisquer cores, reservando-se para mais tarde, caso seja necessário o seu contributo para a estabilidade. "Sempre dissemos e reafirmamos que o PSD é o nosso principal adeversário, no passado e ainda é", exaltou. "Contudo, viemos dizer ao senhor Representante que consideramos que poderá haver essa estabilidade, e independentemente das nossas posições, parece que há um caminho que pode se seguido", disse numa alusão à projeção dessa união entre sociais democratas e centristas. Disse ainda que o JPP não será "fonte de instabilidade". Não se reuniu com o PS, porque "uma coisa é o chazinho das cinco" e outra são negociações, que não aconteceram, assegura. A sua postura deriva em muito "daquilo que foi expresso pelos eleitores. É a democracia a funcionar", constatou.