Jovem cai em fosso ao fugir da GNR e fica ferido com gravidade

Um jovem ficou ferido com gravidade após uma queda no fosso do castelo de Vila Viçosa (Évora), na madrugada de hoje, quando fugia da GNR, disseram fontes dos bombeiros e daquela força de segurança. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora indicou à agência Lusa que o jovem, de 25 anos, foi transportado num helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Um morador na zona telefonou para a GNR fazendo queixa de uma situação de barulho no castelo de Vila Viçosa, segundo fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR). "Uma patrulha dirigiu-se para o local para ver o que se passava e um grupo de pessoas, ao aperceber-se da chegada dos militares começou a fugir, tendo um jovem caído no fosso do castelo", adiantou a fonte da guarda. O alerta, de acordo com o CDOS, foi dado às 03:00, tendo sido mobilizados bombeiros e veículos da corporação de Vila Viçosa, uma viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV), de Estremoz e o helicóptero, além da GNR, num total de 15 elementos, apoiados por seis viaturas.

Jovem cai em fosso ao fugir da GNR  e fica ferido com gravidade
Um jovem ficou ferido com gravidade após uma queda no fosso do castelo de Vila Viçosa (Évora), na madrugada de hoje, quando fugia da GNR, disseram fontes dos bombeiros e daquela força de segurança. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora indicou à agência Lusa que o jovem, de 25 anos, foi transportado num helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Um morador na zona telefonou para a GNR fazendo queixa de uma situação de barulho no castelo de Vila Viçosa, segundo fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR). "Uma patrulha dirigiu-se para o local para ver o que se passava e um grupo de pessoas, ao aperceber-se da chegada dos militares começou a fugir, tendo um jovem caído no fosso do castelo", adiantou a fonte da guarda. O alerta, de acordo com o CDOS, foi dado às 03:00, tendo sido mobilizados bombeiros e veículos da corporação de Vila Viçosa, uma viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV), de Estremoz e o helicóptero, além da GNR, num total de 15 elementos, apoiados por seis viaturas.