Insólito: Mulher adotou 118 crianças para obrigá-las a trabalhar

Uma mulher de 54 anos, que adotou 118 crianças, foi condenada a 20 anos de prisão e multada em 388 mil dólares por fraude, extorsão, falsificação e distúrbios da ordem pública na China. Já o companheiro foi condenado a a 12 anos e meio de prisão...

Insólito: Mulher adotou 118 crianças para obrigá-las a trabalhar
Uma mulher de 54 anos, que adotou 118 crianças, foi condenada a 20 anos de prisão e multada em 388 mil dólares por fraude, extorsão, falsificação e distúrbios da ordem pública na China. Já o companheiro foi condenado a a 12 anos e meio de prisão e a aproximadamente 156 mil euros de multa.   Ao longo dos anos, Li tornou-se uma das mulheres mais ricas, tendo investido uma empresa de exploração de minas de ferro, da qual se tornou a principal acionista, relata o JN. A certa altura, quando viu uma menina, cujo pai tinha morrido e a mãe fugido, a correr para a mina, decidiu adotá-la. Continuou a adotar outras crianças, até que abriu um orfanato que em 2017 atingiu as 118 adopções. Nesse ano, as autoridades receberam denúncias públicas, alertando para atividades suspeitas. A polícia , acrescenta o JN, descobriu que a mulher possuía cerca de três milhões de euros divididos em várias contas bancárias e carros luxuosos como Land Rover e Mercedes Benz. As autoridades acabaram por conclui que as crianças eram sujeitas a trabalhos de força. Quando a mulher queria adquirir alguma propriedade, exigia aos menores que fossem intencionalmente atropelados pelas carrinha dos construtores, interrompendo dessa forma as obras. Posto isso, chantageava as empresas. As crianças foram, entretanto, transferidas para instituições governamentais.