Incentivo à partida para a final insular

Cerca de duas dezenas de adeptos do Nacional marcaram presença, ao final da manhã de ontem, no Estádio da Madeira, por forma a incentivar os jogadores para o importante confronto desta tarde, diante do Santa Clara, nos Açores, em jogo a contar para a 26.ª jornada da I Liga. Esta foi a forma que os adeptos ‘alvinegros’ encontraram para apoiar a equipa, numa fase muito complicada do Nacional, que recorde-se vem de sete derrotas consecutivas e segue a segurar a ‘lanterna vermelha’, com apenas 21 pontos somados. Houve mesmo lugar a discurso, por parte de um dos adeptos e palavras como "superação", "luta" e "força' foram algumas das palavras deixadas aos futebolistas que vieram até ao exterior agradecer o apoio. "Dos Açores tragam a vitória mas se isso não for possível, tragam suor e lágrimas", foi uma das frases que ficou e que mereceu alguns aplausos por parte de todos aqueles que subiram à Choupana mas também por parte do plantel. É para já o único objetivo do Nacional nos Açores. Vencer e somar os três pontos em disputa, sob pena de ver distanciar-se os rivais mais diretos na luta pela permanência entre os maiores do futebol português. Manuel Machado, treinador dos ‘alvinegros, na antevisão à partida traçou como meta “quebrar o ciclo negativo”, mostrando "muita confiança, porque nada é eterno", sublinhando que "a vitamina para recuperar os índices de confiança é o golo e a vitória e é isso que muda tudo". Do outro lado está o Santa Clara, sétimo classificado com 32 pontos.

Incentivo à partida para a final insular
Cerca de duas dezenas de adeptos do Nacional marcaram presença, ao final da manhã de ontem, no Estádio da Madeira, por forma a incentivar os jogadores para o importante confronto desta tarde, diante do Santa Clara, nos Açores, em jogo a contar para a 26.ª jornada da I Liga. Esta foi a forma que os adeptos ‘alvinegros’ encontraram para apoiar a equipa, numa fase muito complicada do Nacional, que recorde-se vem de sete derrotas consecutivas e segue a segurar a ‘lanterna vermelha’, com apenas 21 pontos somados. Houve mesmo lugar a discurso, por parte de um dos adeptos e palavras como "superação", "luta" e "força' foram algumas das palavras deixadas aos futebolistas que vieram até ao exterior agradecer o apoio. "Dos Açores tragam a vitória mas se isso não for possível, tragam suor e lágrimas", foi uma das frases que ficou e que mereceu alguns aplausos por parte de todos aqueles que subiram à Choupana mas também por parte do plantel. É para já o único objetivo do Nacional nos Açores. Vencer e somar os três pontos em disputa, sob pena de ver distanciar-se os rivais mais diretos na luta pela permanência entre os maiores do futebol português. Manuel Machado, treinador dos ‘alvinegros, na antevisão à partida traçou como meta “quebrar o ciclo negativo”, mostrando "muita confiança, porque nada é eterno", sublinhando que "a vitamina para recuperar os índices de confiança é o golo e a vitória e é isso que muda tudo". Do outro lado está o Santa Clara, sétimo classificado com 32 pontos.