Homem que encontrou a mãe morta vive em estacionamento de supermercado na Inglaterra

Impedido de permanecer em casa, desde que, há cerca de três meses, em Hull, Inglaterra, encontrou a mãe morta na habitação, um homem de 39 anos regressou à vida de sem-abrigo. De acordo com o jornal Mirror, Paul Hall alegou ter sido forçado...

Homem que encontrou a mãe morta vive em estacionamento de supermercado na Inglaterra
Impedido de permanecer em casa, desde que, há cerca de três meses, em Hull, Inglaterra, encontrou a mãe morta na habitação, um homem de 39 anos regressou à vida de sem-abrigo. De acordo com o jornal Mirror, Paul Hall alegou ter sido forçado a voltar à vida nas ruas e admite passar os seus dias no parque de estacionamento do supermercado Lidl.  Segundo a mesma fonte, o homem alega que todos os seus pertences foram roubados enquanto dormia. Hall, que tem lutado contra problemas de saúde mental e de álcool, apesar de se mostrar preocupado com a chegada do inverno, confessou preferir morar nas ruas do que ter um teto, "Perdi a minha bicicleta, colchão e colcha. Fui dar uma volta e quando voltei não tinha lá nada. É mais difícil conseguir algo quente para me aquecer à noite do que comida, então está a custar-me muito", afirmou.