Governo Regional proíbe venda de café na Madeira

A secretaria de Rui Barreto assinou ontem um despacho que restringe a venda de café e outros produtos à porta de estabelecimentos de restauração e similares. Apenas os espaços que prestem serviços de primeira necessidade ou outros serviços considerados essenciais podem prestar serviços, excetuando, também, a venda de cafés e outras bebidas. A ideia passa por evitar as aglomerações de pessoas, correspondendo aos apelos das autoridades fiscalizadoras, que têm encontrado com regularidade inúmeros clientes à portas dos estabelecimentos.

Governo Regional proíbe venda de café na Madeira
A secretaria de Rui Barreto assinou ontem um despacho que restringe a venda de café e outros produtos à porta de estabelecimentos de restauração e similares. Apenas os espaços que prestem serviços de primeira necessidade ou outros serviços considerados essenciais podem prestar serviços, excetuando, também, a venda de cafés e outras bebidas. A ideia passa por evitar as aglomerações de pessoas, correspondendo aos apelos das autoridades fiscalizadoras, que têm encontrado com regularidade inúmeros clientes à portas dos estabelecimentos.