Funchal integra rede de municípios Adapt.Local para combate às alterações climáticas

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, anunciou hoje, após a habitual Reunião de Câmara semanal, que foi aprovada, por unanimidade, a integração da Cidade do Funchal na Adapt.Local, a Rede de Municípios para a Adaptação...

Funchal integra rede de municípios Adapt.Local para combate às alterações climáticas
O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, anunciou hoje, após a habitual Reunião de Câmara semanal, que foi aprovada, por unanimidade, a integração da Cidade do Funchal na Adapt.Local, a Rede de Municípios para a Adaptação Local às Alterações Climáticas. Miguel Silva Gouveia explicou que “a integração nesta rede vai agora ter um caracter formal, pois esta associação passa a ter personalidade jurídica e poderá estabelecer novas fontes de financiamento de uma estratégia integrada de todos os municípios do país, no entanto o Funchal já faz parte desta rede desde 2016, estando sempre na linha da frente da estratégia de combate às alterações climáticas”. “Este é um caminho que percorremos no combate à crise climática global, que tem tido os seus efeitos visíveis um pouco por todo o mundo, e aqui mesmo na nossa região, temos assistido a cenários inesperados, com incêndios e temperaturas elevadas para a época do ano em que nos encontramos, que é inverno, e que deve despertar a nossa consciência comum para a necessidade de termos uma resposta para esta crise”. Foi aprovada, igualmente por unanimidade, na Reunião de Câmara, a abertura de um concurso para recrutamento de cinco recursos humanos para a área  do Controlo e Monotorização de Fuga nas Redes de Água, “estamos à procura de três técnicos especialistas na área da informática, um engenheiro mecânico ou eletrotécnico, e um técnico superior de matemática, que trabalharão dedicados exclusivamente a esta área de controlo de fugas nas redes de água no Concelho, que tem sido uma das prioridades deste Executivo”. Por fim, foi levado a votação e aprovado, a constituição do júri da sexta edição do Prémio Municipal Maria Aurora, no valor de 3 mil euros, que visa distinguir trabalhos na área da igualdade de género, onde o Funchal também tem sido reconhecido pelas boas práticas, “este prémio tem ajudado a trazer a público o trabalho realizado em prol da igualdade, temos tido nas últimas edições um conjunto de trabalhos bastante profundos, que têm quebrado tabus e algum silenciamento a que muitas das vítimas sofriam no passado”, conclui o Presidente.