Festa do Senhor dos Milagres em Machico com regras devido à covid-19

A paróquia de Machico vai viver na próxima semana a grande festa em honra do Senhor dos Milagres, entre os dias 8 e 9 de outubro, que este ano realizar-se-á em moldes diferentes dos anos anteriores, devido á pandemia covid-19 “que teima em ficar entre nós e que esperamos o milagre de Cristo para o seu desaparecimento” informa o cónego Manuel Ramos através da página facebook da Paróquia. “Para a realização da festa foi elaborado um Plano de Contingência COVID-19, em pareceria com os serviços camarários, através do Serviço Municipal Proteção Civil de Machico, em coordenação com a PSP – Esquadra de Machico e a Delegação Saúde Machico, com o suporte externo do IA-Saúde, IP RAM”, anuncia o Pároco. No mesmo comunicado, o responsável pela paróquia faz um forte apelo ao uso da máscara que é obrigatório por todos os participantes e colaboradores, informando que “haverá perímetros de segurança a fim de evitar aglomerações, sobretudo juntos aos postos de venda da cera de promessas, dos queimadores e nos espaços litúrgicos da igreja e capela”. Acrescenta, que estará à venda a cera de promessas em dois postos, “um na igreja e outro junto à Capela dos Milagres nos dias 07, 08 e 09 das 09h00 às 23h00, sendo que no dia 07 será até as 20h00. Os devotos podem adquirir a cera de promessa e colocá-la nos queimadores junto à capela ou deixá-la onde a adquirirem”. Este ano, as procissões terão limitações, “as pessoas que tiverem promessas a pagar não poderão acompanhar o Senhor dos Milagres”, apenas “devem ficar ao longo do percurso por onde irá passar a imagem. Devem usar máscara e respeitar o distanciamento social”, esclarece o Pároco. Na quinta-feira, dia 8 de outubro, pelas 20h30, como habitualmente, o Senhor dos Milagres sairá "da capela, somente acompanhado pelos pescadores (homens de calça escura e camisa branca) com os archotes, usando as medidas de segurança do distanciamento, máscara e luvas”, estando prevista a missa às 21h30, na igreja matriz de Machico, presidida pelo Bispo D. Nuno Brás. No dia seguinte, sexta-feira, às 16h00 será a celebrada missa na igreja matriz e pelas 17h30 sairá o Senhor dos Milagres de regresso à capela somente acompanhado pelos pescadores.

Festa do Senhor dos Milagres em Machico com regras devido à covid-19
A paróquia de Machico vai viver na próxima semana a grande festa em honra do Senhor dos Milagres, entre os dias 8 e 9 de outubro, que este ano realizar-se-á em moldes diferentes dos anos anteriores, devido á pandemia covid-19 “que teima em ficar entre nós e que esperamos o milagre de Cristo para o seu desaparecimento” informa o cónego Manuel Ramos através da página facebook da Paróquia. “Para a realização da festa foi elaborado um Plano de Contingência COVID-19, em pareceria com os serviços camarários, através do Serviço Municipal Proteção Civil de Machico, em coordenação com a PSP – Esquadra de Machico e a Delegação Saúde Machico, com o suporte externo do IA-Saúde, IP RAM”, anuncia o Pároco. No mesmo comunicado, o responsável pela paróquia faz um forte apelo ao uso da máscara que é obrigatório por todos os participantes e colaboradores, informando que “haverá perímetros de segurança a fim de evitar aglomerações, sobretudo juntos aos postos de venda da cera de promessas, dos queimadores e nos espaços litúrgicos da igreja e capela”. Acrescenta, que estará à venda a cera de promessas em dois postos, “um na igreja e outro junto à Capela dos Milagres nos dias 07, 08 e 09 das 09h00 às 23h00, sendo que no dia 07 será até as 20h00. Os devotos podem adquirir a cera de promessa e colocá-la nos queimadores junto à capela ou deixá-la onde a adquirirem”. Este ano, as procissões terão limitações, “as pessoas que tiverem promessas a pagar não poderão acompanhar o Senhor dos Milagres”, apenas “devem ficar ao longo do percurso por onde irá passar a imagem. Devem usar máscara e respeitar o distanciamento social”, esclarece o Pároco. Na quinta-feira, dia 8 de outubro, pelas 20h30, como habitualmente, o Senhor dos Milagres sairá "da capela, somente acompanhado pelos pescadores (homens de calça escura e camisa branca) com os archotes, usando as medidas de segurança do distanciamento, máscara e luvas”, estando prevista a missa às 21h30, na igreja matriz de Machico, presidida pelo Bispo D. Nuno Brás. No dia seguinte, sexta-feira, às 16h00 será a celebrada missa na igreja matriz e pelas 17h30 sairá o Senhor dos Milagres de regresso à capela somente acompanhado pelos pescadores.