Ensino Superior: UMa regista "o melhor ano de sempre"

O reitor da Universidade da Madeira disse hoje que, em termos de colocações, este é o melhor ano de sempre para a instituição de ensino superior. Das 767 vagas, 658 foram preenchidas. Em conferência de imprensa, realizada no início desta tarde no Colégio dos Jesuítas, José Carmo congratulou-se pelos números alcançados, recordando que, comparativamente a 2019, a Universidade da Madeira registou um aumento de colocações na ordem dos 18%. "Trata-se do maior número de colocações na fase 1 do Concurso Nacional de Acesso desde sempre. Pela primeira vez ultrapassámos as 600 colocações", revelou na ocasião o reitor. Também o número de colocados em cada ciclo de estudos em 1ª opção foi outro dos pontos destacados pelo responsável. "Aumentamos em 218 o número de candidatos em 1ª opção e estamos a falar de um crescimento de 29,4%", realçou, salientando que "somos a quinta universidade do País que mais cresce em termos de colocações e estamos em 11º lugar nas 33 universidades de ensino superior". Na UMa, os cursos ligados à Saúde são os mais procurados , seguidos de Engenharia de Informática.  De fora da Região, ficaram colocados 37 alunos, sendo que 14 destes ficaram no curso de Medicina. Apesar de 12 dos 21 ciclos de estudos estarem com as vgas preenchidas, o reitor aproveitou o momento para passar uma mensagem aos alunos que se vão candidatar à segunda fase que hoje se iniciou. "Mesmo naqueles cursos que não há vagas, tipicamente há sempre um aluno que não se inscreve ou que muda na segunda fase e, portanto, em todos os cursos, poderá aparecer vagas na segunda fase", alertou.      

Ensino Superior: UMa regista "o melhor ano de sempre"
O reitor da Universidade da Madeira disse hoje que, em termos de colocações, este é o melhor ano de sempre para a instituição de ensino superior. Das 767 vagas, 658 foram preenchidas. Em conferência de imprensa, realizada no início desta tarde no Colégio dos Jesuítas, José Carmo congratulou-se pelos números alcançados, recordando que, comparativamente a 2019, a Universidade da Madeira registou um aumento de colocações na ordem dos 18%. "Trata-se do maior número de colocações na fase 1 do Concurso Nacional de Acesso desde sempre. Pela primeira vez ultrapassámos as 600 colocações", revelou na ocasião o reitor. Também o número de colocados em cada ciclo de estudos em 1ª opção foi outro dos pontos destacados pelo responsável. "Aumentamos em 218 o número de candidatos em 1ª opção e estamos a falar de um crescimento de 29,4%", realçou, salientando que "somos a quinta universidade do País que mais cresce em termos de colocações e estamos em 11º lugar nas 33 universidades de ensino superior". Na UMa, os cursos ligados à Saúde são os mais procurados , seguidos de Engenharia de Informática.  De fora da Região, ficaram colocados 37 alunos, sendo que 14 destes ficaram no curso de Medicina. Apesar de 12 dos 21 ciclos de estudos estarem com as vgas preenchidas, o reitor aproveitou o momento para passar uma mensagem aos alunos que se vão candidatar à segunda fase que hoje se iniciou. "Mesmo naqueles cursos que não há vagas, tipicamente há sempre um aluno que não se inscreve ou que muda na segunda fase e, portanto, em todos os cursos, poderá aparecer vagas na segunda fase", alertou.