Edmundo Vieira recorda Angélico Vieira com "saudades"

O cantor Angélico Vieira morreu a 28 de junho de 2011, vítima de um acidente de viação que ocorreu na madrugada de 25 de junho. Esta manhã, Edmundo Vieira, amigo e antigo companheiro na banda D'ZRT recordou o cantor, confessando sentir muitas "saudades".   Na legenda da fotografia publicada, Edmundo Vieira escreveu: "Que saudades fdp". Desde logo surgiram comentários, não só de fãs da antiga banda mas também dos próprios elementos da mesma, entre os quais Paulo Vintém e Cifrão, que comungaram do mesmo sentimento. Recorde-se que Angélico, com 29 anos, viajava do Porto para Lisboa na madrugada de 25 de junho de 2011, onde apresentaria pela primeira vez o single "O Quanto Gosto de Ti", que viria a fazer parte do seu segundo álbum Eu acredito (2011), na festa Morangomania da TVI. Seguia acompanhado dos amigos Hélio Filipe, Armanda Leite e Hugo Pinto quando o carro se despistou perto de Estarreja pelas 03h15. Cinco viaturas e 15 bombeiros foram enviados ao local, onde Angélico foi encontrado inconsciente e encarcerado no carro, Armanda estava caída no chão, e o corpo de Hélio tinha sido projectado a cerca de 50 metros depois de ser colhido por um outro carro. Hugo sofreu apenas ferimentos ligeiros. O artista conduzia um BMW 635 emprestado por um stand, que não possuía seguro. Angélico deu entrada no Hospital de Santo António do Porto, onde passou por uma cirurgia. A 27 de junho o estado de Angélico piorou e às 15 horas do dia 28 de junho o seu estado clínico foi declarado irreversível.  A notícia foi recebida com muita consternação por parte das centena de fãs que aguardavam por um milagre à porta do hospital.

Edmundo Vieira recorda Angélico Vieira com "saudades"
O cantor Angélico Vieira morreu a 28 de junho de 2011, vítima de um acidente de viação que ocorreu na madrugada de 25 de junho. Esta manhã, Edmundo Vieira, amigo e antigo companheiro na banda D'ZRT recordou o cantor, confessando sentir muitas "saudades".   Na legenda da fotografia publicada, Edmundo Vieira escreveu: "Que saudades fdp". Desde logo surgiram comentários, não só de fãs da antiga banda mas também dos próprios elementos da mesma, entre os quais Paulo Vintém e Cifrão, que comungaram do mesmo sentimento. Recorde-se que Angélico, com 29 anos, viajava do Porto para Lisboa na madrugada de 25 de junho de 2011, onde apresentaria pela primeira vez o single "O Quanto Gosto de Ti", que viria a fazer parte do seu segundo álbum Eu acredito (2011), na festa Morangomania da TVI. Seguia acompanhado dos amigos Hélio Filipe, Armanda Leite e Hugo Pinto quando o carro se despistou perto de Estarreja pelas 03h15. Cinco viaturas e 15 bombeiros foram enviados ao local, onde Angélico foi encontrado inconsciente e encarcerado no carro, Armanda estava caída no chão, e o corpo de Hélio tinha sido projectado a cerca de 50 metros depois de ser colhido por um outro carro. Hugo sofreu apenas ferimentos ligeiros. O artista conduzia um BMW 635 emprestado por um stand, que não possuía seguro. Angélico deu entrada no Hospital de Santo António do Porto, onde passou por uma cirurgia. A 27 de junho o estado de Angélico piorou e às 15 horas do dia 28 de junho o seu estado clínico foi declarado irreversível.  A notícia foi recebida com muita consternação por parte das centena de fãs que aguardavam por um milagre à porta do hospital.