Deputados do PSD/M sublinham vitória da Madeira no OE 2020

  "A Madeira ganhou. Conseguimos fazer aprovar várias propostas que incidem sobre questões da maior importância para os Madeirenses e Porto-Santenses, tendo por base uma estratégia que foi a mais acertada e que resultou numa grande vitória...

Deputados do PSD/M sublinham vitória da Madeira no OE 2020
  "A Madeira ganhou. Conseguimos fazer aprovar várias propostas que incidem sobre questões da maior importância para os Madeirenses e Porto-Santenses, tendo por base uma estratégia que foi a mais acertada e que resultou numa grande vitória coletiva". A afirmação é da deputada Social-democrata Sara Madruga da Costa que lamenta, em contraponto, a atitude do PS na República, um "Partido que não só não apresentou propostas de alteração ao Orçamento para resolver os assuntos prioritários da Região como inviabilizou e colocou inúmeros obstáculos à maior parte das legítimas pretensões dos madeirenses e porto-santenses, numa postura contra a Madeira que é lamentável e que justifica o nosso voto, que não poderia deixar de ser um voto contra". Sara Madruga da Costa que enaltece as propostas de alteração aprovadas, possíveis "graças ao nosso empenho, à nossa persistência, ao nosso poder negocial e à quantidade e qualidade das mesmas", alterações que, relembra, foram defendidas, pelos deputados do PSD/M, desde a primeira hora e até ao último minuto na Assembleia da República. "Conseguimos obrigar o Governo da República a avançar já em 2020 com o subsídio social de mobilidade, com o ferry, com a redução dos juros, com o investimento tecnológico e com a regularização profissional dos trabalhadores da RTP/Madeira, com o apoio financeiro aos regressados da Venezuela, com o passe sub23 para os estudantes universitários da Região, com a construção de novas esquadras da PSP, com a aposentação dos trabalhadores dos matadouros da Madeira, a entregar à Região os pagamentos das autarquias locais retidos pela DGAL, com a clarificação do financiamento do novo Hospital da Madeira e com a alteração aos limites do endividamento", vincou, lembrando que tudo isto foi conseguido "apesar do voto inicial contra a Madeira do PS, PS que foi o grande derrotado deste Orçamento, porque as propostas da Madeira foram aprovadas e o PS não contou para nada". "É o interesse da nossa Região que nos move e, para nós, deputados do PSD/M, a defesa da Região está e sempre estará em primeiro lugar", conclui.