Declarado estado de calamidade natural em zonas de Sydney afetadas por inundações

As autoridades australianas declararam na segunda-feira o estado de calamidade natural em mais de 20 áreas da cidade de Sydney e arredores, após chuvas torrenciais e inundações devastadoras forçarem a deslocação de dezenas de milhares de pessoas. "Vimos algumas destas comunidades serem afetadas pelas inundações pela terceira ou quarta vez em 18 meses, o que é muito angustiante para os residentes destas comunidades", escreveu num comunicado o ministro da Gestão de Emergência australiano, Murray Watt. A proclamação do estado de calamidade natural nas zonas afetadas pelas inundações, para onde uma centena de soldados foram destacados e de onde pelo menos 50 mil pessoas tiveram de ser retiradas, vai permitir ao Governo tomar medidas de emergência e aos cidadãos em causa o acesso a ajuda financeira. As fortes tempestades, que atingiram novamente a costa leste australiana - e poderão continuar durante toda a semana - elevaram o fluxo dos rios, inundaram pontes e estradas e isolaram comunidades, deixando milhares de casas sem eletricidade, de acordo com a emissora pública ABC. Em março, várias áreas da Nova Gales do Sul, incluindo Sidney ocidental e Lismore, a cerca de 600 quilómetros a norte da cidade, foram atingidas por inundações devastadoras, que fizeram 20 mortos.

Declarado estado de calamidade natural em zonas de Sydney afetadas por inundações
As autoridades australianas declararam na segunda-feira o estado de calamidade natural em mais de 20 áreas da cidade de Sydney e arredores, após chuvas torrenciais e inundações devastadoras forçarem a deslocação de dezenas de milhares de pessoas. "Vimos algumas destas comunidades serem afetadas pelas inundações pela terceira ou quarta vez em 18 meses, o que é muito angustiante para os residentes destas comunidades", escreveu num comunicado o ministro da Gestão de Emergência australiano, Murray Watt. A proclamação do estado de calamidade natural nas zonas afetadas pelas inundações, para onde uma centena de soldados foram destacados e de onde pelo menos 50 mil pessoas tiveram de ser retiradas, vai permitir ao Governo tomar medidas de emergência e aos cidadãos em causa o acesso a ajuda financeira. As fortes tempestades, que atingiram novamente a costa leste australiana - e poderão continuar durante toda a semana - elevaram o fluxo dos rios, inundaram pontes e estradas e isolaram comunidades, deixando milhares de casas sem eletricidade, de acordo com a emissora pública ABC. Em março, várias áreas da Nova Gales do Sul, incluindo Sidney ocidental e Lismore, a cerca de 600 quilómetros a norte da cidade, foram atingidas por inundações devastadoras, que fizeram 20 mortos.