Covid-19: Três membros da equipa da Casa Branca em autoisolamento

 Três membros da equipa de luta contra a covid-19 da Casa Branca, incluindo o epidemiologista Anthony Fauci, vão ficar em isolamento após uma possível exposição ao novo coronavírus, foi hoje noticiado. O diretor do Centro de prevenção de doenças infeciosas (CDC), Robert Redfield, e Anthony Fauci, assessore do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiram ficam em quarentena após terem estado em contacto com pessoas contaminadas, noticiaram vários meios de comunicação norte-americanos. O terceiro responsável em quarentena é o chefe da agência norte-americana para os alimentos e os medicamentos (FDA), Stephen Hahn. No sábado, a Casa Branca tinha anunciado que a porta-voz do vice-Presidente norte-americano, Mike Pence, Katie Miller estava infetada. Os Estados Unidos registaram 1.568 mortes causadas pela covid-19, nas últimas 24 horas, elevanado para 78.746 o número total de óbitos desde o início da epidemia, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. Até agora, as autoridades norte-americanas identificaram mais de 1,3 milhões de casos no país, oficialmente o mais atingido no mundo pela covid-19. A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 276 mil mortos e infetou mais de 3,9 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Covid-19: Três membros da equipa da Casa Branca em autoisolamento
 Três membros da equipa de luta contra a covid-19 da Casa Branca, incluindo o epidemiologista Anthony Fauci, vão ficar em isolamento após uma possível exposição ao novo coronavírus, foi hoje noticiado. O diretor do Centro de prevenção de doenças infeciosas (CDC), Robert Redfield, e Anthony Fauci, assessore do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiram ficam em quarentena após terem estado em contacto com pessoas contaminadas, noticiaram vários meios de comunicação norte-americanos. O terceiro responsável em quarentena é o chefe da agência norte-americana para os alimentos e os medicamentos (FDA), Stephen Hahn. No sábado, a Casa Branca tinha anunciado que a porta-voz do vice-Presidente norte-americano, Mike Pence, Katie Miller estava infetada. Os Estados Unidos registaram 1.568 mortes causadas pela covid-19, nas últimas 24 horas, elevanado para 78.746 o número total de óbitos desde o início da epidemia, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. Até agora, as autoridades norte-americanas identificaram mais de 1,3 milhões de casos no país, oficialmente o mais atingido no mundo pela covid-19. A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 276 mil mortos e infetou mais de 3,9 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.