Covid-19: Pivot emociona-se ao noticiar a morte de uma vítima de 33 anos (Com vídeo)

Com mais de 20 mil mortes já confirmadas por Covid-19 no Reino Unido, o país desespera ainda por uma luz ao fundo do túnel e o sentimento de desolação é por vezes indisfarçável. Foi o que sucedeu com a pivot Kimberley Leonard, da Sky News, que não conseguiu conter as emoções ao anunciar a morte de vários cidadãos devido à infeção pela Covid-19, particularmente a de uma vítima de 33 anos, vertendo inclusivamente algumas lágrimas.  "Por trás de cada número há uma história pessoal. Sabemos que a pessoa mais velha a morrer de coronavírus tinha 108 anos. A mais nova, apenas cinco anos de idade", começou por dizer. "'Um marido amoroso para com a sua esposa Maureen, Gordon William Martin, era da Grande Manchester e teve vários empregos ao longo de sua carreira. Jogou críquete na sua juventude e deixou uma família que o amava profundamente", começa por anunciar, já com a voz embargada. Kimberley, contudo, perde completamente o controlo quando tem de anunciar duas mortes separadas por um dia. Começa a contar a história da farmacêutica Pooja Sharma, que morreu 24 horas depois do seu pai e... desaba. "Em homenagem à amiga, os seus entes queridos disseram que o seu riso era contagioso e que ela dava a seus amigos nada além de amor, apoio e dor de barriga com tantas gargalhadas". Assista ao comovente vídeo.  

Com mais de 20 mil mortes já confirmadas por Covid-19 no Reino Unido, o país desespera ainda por uma luz ao fundo do túnel e o sentimento de desolação é por vezes indisfarçável. Foi o que sucedeu com a pivot Kimberley Leonard, da Sky News, que não conseguiu conter as emoções ao anunciar a morte de vários cidadãos devido à infeção pela Covid-19, particularmente a de uma vítima de 33 anos, vertendo inclusivamente algumas lágrimas.  "Por trás de cada número há uma história pessoal. Sabemos que a pessoa mais velha a morrer de coronavírus tinha 108 anos. A mais nova, apenas cinco anos de idade", começou por dizer. "'Um marido amoroso para com a sua esposa Maureen, Gordon William Martin, era da Grande Manchester e teve vários empregos ao longo de sua carreira. Jogou críquete na sua juventude e deixou uma família que o amava profundamente", começa por anunciar, já com a voz embargada. Kimberley, contudo, perde completamente o controlo quando tem de anunciar duas mortes separadas por um dia. Começa a contar a história da farmacêutica Pooja Sharma, que morreu 24 horas depois do seu pai e... desaba. "Em homenagem à amiga, os seus entes queridos disseram que o seu riso era contagioso e que ela dava a seus amigos nada além de amor, apoio e dor de barriga com tantas gargalhadas". Assista ao comovente vídeo.