Covid-19: Faróis da Ponta do Pargo e de São Jorge encerrados a visitas

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) anunciou, ontem, que os faróis, onde estão incluídos o da Ponta do Pargo e de São Jorge, e o Núcleo Museológico da Direção de Faróis se encontram encerrados a visitas por tempo indeterminado, como medida preventiva para conter a propagação do novo coronavírus. Em nota publicada na sua página na internet, a AMN explica que a medida “visa proteger os visitantes e os operacionais da Autoridade Marítima Nacional que diariamente asseguram o funcionamento dos faróis, que são um dispositivo de segurança fundamental para toda a navegação”. Em Portugal continental e nos arquipélagos dos Açores e da Madeira existem 28 faróis abertos ao público que, em 2018, receberam 101.613 visitas, segundo informação do ‘site’ da AMN. Sendo que o farol da Ponta do Pargo é um dos mais visitados de todo o país. Em Portugal há 59 pessoas infetadas com o novo coronavírus, a maioria dos casos concentra-se na região Norte. O novo coronavírus, detetado em dezembro na China, é uma família de vírus que pode causar infeções respiratórias como pneumonia. A Covid-19, que atingiu cerca de uma centena de países de cinco continentes, foi declarada como emergência de saúde pública internacional pela Organização Mundial de Saúde.

Covid-19: Faróis da Ponta do Pargo e de São Jorge encerrados a visitas
A Autoridade Marítima Nacional (AMN) anunciou, ontem, que os faróis, onde estão incluídos o da Ponta do Pargo e de São Jorge, e o Núcleo Museológico da Direção de Faróis se encontram encerrados a visitas por tempo indeterminado, como medida preventiva para conter a propagação do novo coronavírus. Em nota publicada na sua página na internet, a AMN explica que a medida “visa proteger os visitantes e os operacionais da Autoridade Marítima Nacional que diariamente asseguram o funcionamento dos faróis, que são um dispositivo de segurança fundamental para toda a navegação”. Em Portugal continental e nos arquipélagos dos Açores e da Madeira existem 28 faróis abertos ao público que, em 2018, receberam 101.613 visitas, segundo informação do ‘site’ da AMN. Sendo que o farol da Ponta do Pargo é um dos mais visitados de todo o país. Em Portugal há 59 pessoas infetadas com o novo coronavírus, a maioria dos casos concentra-se na região Norte. O novo coronavírus, detetado em dezembro na China, é uma família de vírus que pode causar infeções respiratórias como pneumonia. A Covid-19, que atingiu cerca de uma centena de países de cinco continentes, foi declarada como emergência de saúde pública internacional pela Organização Mundial de Saúde.