Coelho detido e impedido de usar telemóvel entre as 9 horas e as 11 horas de hoje

José Manuel Coelho é acusado de práticas de vandalismo. O líder do PTP-M, Quintino Costa, já reagiu à deteção e mantém a confiança na inocência do dirigente. Coelho foi detido esta manhã na sua casa e encaminhado para a esquadra de Santa Cruz, tendo sido impedido de usar o telefone. Em causa estão, segundo explicou ao JM, Quintino Costa, suspeitas de envolvimento num ato de vandalismo, o que já foi negado por José Manuel Coelho. O líder do PTP-Madeira diz acreditar no dirigente político e lamenta esta detenção, numa altura em que todas as forças estão centradas no combate ao Covid-19. Também Raquel Coelho reagiu à detenção no seu facebook: "Enquanto as autoridades mundiais e nacionais estão ocupadas com o combate à pandemia do covid-19, a nossa polícia e tribunais estão preocupados em perseguir os opositores políticos do poder regional. Os poderes do Estado são usados indiscriminadamente para fazer vinganças políticas. Como todas as ignominiosas e pidescas sentenças, aplicadas pelos tribunais regionais, têm sido revertidas nos tribunais superiores, agora lembram-se disto. Quando fomos agredidos, quando o nosso património foi vandalizado por jagunços a mando do poder, onde estava esta diligência por parte do autoridades locais? Tenham vergonha e deixem de perseguir as pessoas de bem e vão à caça dos criminosos e corruptos que estão a destruir o nosso país, é para isso que são pagos".  

Coelho detido e impedido de usar telemóvel entre as 9 horas e as 11 horas de hoje
José Manuel Coelho é acusado de práticas de vandalismo. O líder do PTP-M, Quintino Costa, já reagiu à deteção e mantém a confiança na inocência do dirigente. Coelho foi detido esta manhã na sua casa e encaminhado para a esquadra de Santa Cruz, tendo sido impedido de usar o telefone. Em causa estão, segundo explicou ao JM, Quintino Costa, suspeitas de envolvimento num ato de vandalismo, o que já foi negado por José Manuel Coelho. O líder do PTP-Madeira diz acreditar no dirigente político e lamenta esta detenção, numa altura em que todas as forças estão centradas no combate ao Covid-19. Também Raquel Coelho reagiu à detenção no seu facebook: "Enquanto as autoridades mundiais e nacionais estão ocupadas com o combate à pandemia do covid-19, a nossa polícia e tribunais estão preocupados em perseguir os opositores políticos do poder regional. Os poderes do Estado são usados indiscriminadamente para fazer vinganças políticas. Como todas as ignominiosas e pidescas sentenças, aplicadas pelos tribunais regionais, têm sido revertidas nos tribunais superiores, agora lembram-se disto. Quando fomos agredidos, quando o nosso património foi vandalizado por jagunços a mando do poder, onde estava esta diligência por parte do autoridades locais? Tenham vergonha e deixem de perseguir as pessoas de bem e vão à caça dos criminosos e corruptos que estão a destruir o nosso país, é para isso que são pagos".