CMF renova rede de água potável que serve o Porto do Funchal

A Câmara Municipal do Funchal (CMF)  vai arrancar, este mês, com as obras de recuperação da rede de água que fornece o Porto do Funchal, para evitar perdas por causa das condutas antigas. A garantia foi deixada hoje por Miguel Silva Gouveia,...

CMF renova rede de água potável que serve o Porto do Funchal
A Câmara Municipal do Funchal (CMF)  vai arrancar, este mês, com as obras de recuperação da rede de água que fornece o Porto do Funchal, para evitar perdas por causa das condutas antigas. A garantia foi deixada hoje por Miguel Silva Gouveia, no final da habitual reunião semanal da Autarquia. Uma reunião em que todas as medidas aprovadas tiveram unanimidade. O edil disse que a renovação integral da rede tem que ser  feita na Avenida Sá Carneiro, tendo em conta que ali há uma das condutas mais antigas, com o Porto de Cruzeiros principal cliente de rede de água potável. Será ainda criada nova rede de água residual no Caminho Novo da Piedade, e redes de águas pluviais e drenagem na Estrada do Livramento. Um total de investimento orçamento eo 70 mil euros mais IVA. São investimentos que não são financiados pelo PO SEUR, saem diretamente do orçamento do Município, conforme fez questão de sublinhar o presidente da Câmara. Refira-se que esta semana, a secretária regional do Ambiente apontou o Funchal como o concelho com maiores perdas de água.  O prémio de Inclusão pelo Desporto, que o Funchal recebeu, na semana passada, pelo Comité Paralímpico Português, foi tema de conversa nesta reunião, conforme destacou o autarca. "O Funchal não trabalha para receber prémios mas quando este surge é um reconhecimento do que tem sido feito", sublinhou ainda. Refira-se que tanto o PSD, como o CDS, pelas vozes de Joana Silva e Luís Miguel Rosa, criticaram a falta de investimentos em parques infantis no Funchal.