CDU diz-se contra a “prepotência” da Câmara Municipal de Santa Cruz

A CDU-M lançou hoje uma iniciativa de contacto com as populações, em Gaula no Concelho de Santa Cruz, onde as questões colocadas pelas pessoas incidiram particularmente sobre a “grande prepotência que se verifica por parte deste executivo camarário”,...

CDU diz-se contra a “prepotência” da Câmara Municipal de Santa Cruz
A CDU-M lançou hoje uma iniciativa de contacto com as populações, em Gaula no Concelho de Santa Cruz, onde as questões colocadas pelas pessoas incidiram particularmente sobre a “grande prepotência que se verifica por parte deste executivo camarário”, apontando para algumas transgressões, estreitamento e o fecho de algumas veredas e caminhos pedestres “centenários”. “Em Gaula, as populações estão confrontadas com insuficiências e limitações impostas por este executivo do JPP, que obstaculiza a vida das pessoas que habitam nesta freguesia como também no restante concelho”, afirmou o dirigente António Jardim.  Num caso em concreto, a CDU-M, dá como exemplo a vereda da Lombadinha, onde “o estreitamento feito é de tal ordem, que só passa uma pessoa de cada vez”, situação que acusa ser “uma vergonha”, dado que “esta câmara estar a privar os seus munícipes de um elementar direito de passagem, para não falar do risco que apresenta e a falta de segurança que neste acesso existe”, lê-se num comunicado da CDU enviado ao JM. O partido entende, do mesmo modo, que existem ribeiros e veredas sem limpeza, adufas sem tampas e sem condições de se transitar, apresentando “um perigo” para os munícipes. A CDU-M acusa a Câmara Municipal de Santa Cruz de “empurrar” os problemas para outras entidades, “complica o que é simples de se resolver”.