Casa do Povo da Camacha celebra 83.º aniversário

A Casa do Povo da Camacha, fundada a 25 de maio de 1937, celebra hoje o seu 83.º aniversário. "Celebramos, hoje, 83 anos de atividade ininterrupta, de trabalho contínuo em prol da freguesia da Camacha, do concelho de Santa Cruz e da Região Autónoma da Madeira. Este percurso é feito de actividade na area social, desportiva e cultural, ontem, hoje e sempre", refere a instituição, que ela própria, com as pessoas que dela fazem parte, é um marco na riqueza da história da Camacha. "Nesta Casa, feita de e para a cultura, todos os dias trabalhamos com os nossos Grupos, Folclórico, de Teatro Experimental, Coral, Orquestra de Bandolins e outros projetos como os C'azoada. São estes grupos, feitos das pessoas que os integram, que dão corpo e alma a uma dinâmica e intensa produção cultural, materializada nos diversos eventos anuais, dentro e fora da freguesia", refere a Casa do Povo, que relembra ainda o Desporto como uma outra vertente com fortes raízes a esta instituição.   A Casa do Povo da Camacha está alicerçada também na prestação de apoio social. Ao longo dos anos cumpre diversos papéis no apoio, mas também no desenvolvimento da sociedade, com o apoio aos jovens através da Loja da Juventude, e à população senior com o Centro de Dia e Centro de Convivio, Academia Senior e ainda dança senior. Está ainda continuamente no terreno, apoiando a população com carências económicas e sociais, através da equipa de rua que desenvolve o seu trabalho no Bairro da Nogueira, do Polo de Emprego que aconselha e ajuda na procura ativa de emprego, e na gestão de apoios sociais como é exemplo recente o Fundo de Emergência para Apoio Social - FEAS, que vem responder a situações de vulnerabilidade social e económica motivada pela covid-19.  A dinâmica da Casa do Povo conta também com atividade económica através do Bar dos Sócios, onde diariamente uma equipa dedicada e profissional serve a população local e visitantes.  Note-se que a Casa do Povo da Camacha assegura atualmente 13 postos de trabalho, "pessoas que garantem a capacidade e qualidade dos serviços que prestamos à população", sublinha a instituição.

Casa do Povo da Camacha celebra 83.º aniversário
A Casa do Povo da Camacha, fundada a 25 de maio de 1937, celebra hoje o seu 83.º aniversário. "Celebramos, hoje, 83 anos de atividade ininterrupta, de trabalho contínuo em prol da freguesia da Camacha, do concelho de Santa Cruz e da Região Autónoma da Madeira. Este percurso é feito de actividade na area social, desportiva e cultural, ontem, hoje e sempre", refere a instituição, que ela própria, com as pessoas que dela fazem parte, é um marco na riqueza da história da Camacha. "Nesta Casa, feita de e para a cultura, todos os dias trabalhamos com os nossos Grupos, Folclórico, de Teatro Experimental, Coral, Orquestra de Bandolins e outros projetos como os C'azoada. São estes grupos, feitos das pessoas que os integram, que dão corpo e alma a uma dinâmica e intensa produção cultural, materializada nos diversos eventos anuais, dentro e fora da freguesia", refere a Casa do Povo, que relembra ainda o Desporto como uma outra vertente com fortes raízes a esta instituição.   A Casa do Povo da Camacha está alicerçada também na prestação de apoio social. Ao longo dos anos cumpre diversos papéis no apoio, mas também no desenvolvimento da sociedade, com o apoio aos jovens através da Loja da Juventude, e à população senior com o Centro de Dia e Centro de Convivio, Academia Senior e ainda dança senior. Está ainda continuamente no terreno, apoiando a população com carências económicas e sociais, através da equipa de rua que desenvolve o seu trabalho no Bairro da Nogueira, do Polo de Emprego que aconselha e ajuda na procura ativa de emprego, e na gestão de apoios sociais como é exemplo recente o Fundo de Emergência para Apoio Social - FEAS, que vem responder a situações de vulnerabilidade social e económica motivada pela covid-19.  A dinâmica da Casa do Povo conta também com atividade económica através do Bar dos Sócios, onde diariamente uma equipa dedicada e profissional serve a população local e visitantes.  Note-se que a Casa do Povo da Camacha assegura atualmente 13 postos de trabalho, "pessoas que garantem a capacidade e qualidade dos serviços que prestamos à população", sublinha a instituição.