Câmara Municipal de Santa Cruz “clarifica” declarações proferidas esta manhã por Edgar Silva

A Câmara Municipal de Santa Cruz (CMSC) avançou com um comunicado á imprensa, que visa “clarificar” algumas declarações que foram ditas pelo deputado Edgar Silva, no decorrer da entrega do abaixo-assinado que aconteceu esta manhã, na CMSC....

Câmara Municipal de Santa Cruz “clarifica” declarações proferidas esta manhã por Edgar Silva
A Câmara Municipal de Santa Cruz (CMSC) avançou com um comunicado á imprensa, que visa “clarificar” algumas declarações que foram ditas pelo deputado Edgar Silva, no decorrer da entrega do abaixo-assinado que aconteceu esta manhã, na CMSC. Na nota a autarquia afirma que “ao contrário do que diz o senhor deputado da CDU, nunca esta autarquia declarou, em momento algum, que a Diocese do Funchal teria colocado qualquer tipo de obstáculo à continuidade da Feira do Santo. A decisão de pôr termo ao contrato de arrendamento foi desta autarquia e teve por base anos de negociações falhadas com os feirantes, no sentido de saldarem as suas dívidas e iniciarem o pagamento das rendas” mais acrescentam que não foi realizado, nem será efetuado qualquer prolongamento da atividade dos feirantes para lá da meia-noite do dia 3 de novembro. Declaram, desta forma, que a partir da referida data, vão iniciar os trabalhos de forma a que o prédio seja devolvido devoluto ao legítimo dono. Lamenta, da mesma forma, “que o senhor deputado Edgar Silva defenda caloteiros, dê garantias que não lhe foram dadas por quem tem legitimidade democrática para as dar. Sabemos que o senhor deputado tem simpatia por regimes ditatoriais, como os de Maduro na Venezuela, mas, como deputados eleito numa democracia, devia respeitar os deveres que essa democracia defende”, conclui no comunicado.