BVM chamados a reconhecimento de fogo florestal

Os Bombeiros Voluntários Madeirenses foram chamados na noite de ontem, pelas 23 horas, para o reconhecimento de um fogo florestal. Tendo chegado ao local, não detetaram qualquer foco de incêndio. Já hoje, estiveram na Estrada Luso-Brasileira por causa de uma infiltração de águas de regadio. Esta estava a causar instabilidade no muro de suporte, sendo que a corporação deu conhecimento ao Serviço Municipal de Proteção Civil do Funchal. Ainda hoje, aquela corporação deu apoio aos Sapadores, na rua Fernão de Ornelas, para a abertura de uma porta para reconhecimento de um foco de incêndio. No entanto, os bombeiros não chegaram a atuar, pois o proprietário chegou a casa e resolveu o problema. tinha deixado uma panela ao lume. No dia de hoje, aquela corporação foi chamada para acudir a quatro quedas e realizou oito serviços de emergência pré-hospitalar.

BVM chamados a reconhecimento de fogo florestal
Os Bombeiros Voluntários Madeirenses foram chamados na noite de ontem, pelas 23 horas, para o reconhecimento de um fogo florestal. Tendo chegado ao local, não detetaram qualquer foco de incêndio. Já hoje, estiveram na Estrada Luso-Brasileira por causa de uma infiltração de águas de regadio. Esta estava a causar instabilidade no muro de suporte, sendo que a corporação deu conhecimento ao Serviço Municipal de Proteção Civil do Funchal. Ainda hoje, aquela corporação deu apoio aos Sapadores, na rua Fernão de Ornelas, para a abertura de uma porta para reconhecimento de um foco de incêndio. No entanto, os bombeiros não chegaram a atuar, pois o proprietário chegou a casa e resolveu o problema. tinha deixado uma panela ao lume. No dia de hoje, aquela corporação foi chamada para acudir a quatro quedas e realizou oito serviços de emergência pré-hospitalar.