BE diz que as eleições foram uma “polarização fulanizada”

O Bloco de Esquerda reuniu a Comissão Regional, ontem à tarde, com vista a analisar as eleições e a situação politica regional referindo que as eleições de 22 de outubro, tratou-se de uma ‘polarização fulanizada’ baseada nas personalidades...

BE diz que as eleições foram uma “polarização fulanizada”
O Bloco de Esquerda reuniu a Comissão Regional, ontem à tarde, com vista a analisar as eleições e a situação politica regional referindo que as eleições de 22 de outubro, tratou-se de uma ‘polarização fulanizada’ baseada nas personalidades e não nos programas políticos, avança o BE em comunicado de imprensa. O partido lança ainda na mesma nota que “o novo Governo baseou-se estritamente na negociação de lugares e não em políticas. O Governo cresceu em tamanho para encaixar os elementos do novo parceiro e o que era apontado de desilusão foi abraçado com entusiasmo”. “Os primeiros sinais deste Governo dizem-nos ao que vem: reforçar a concentração da riqueza e do poder nos "donos disto tudo" e continuar a empobrecer quem vive do seu trabalho. O anúncio do pagamento de seis milhões pelos terrenos do Penedo do Sono no Porto Santo, a exigência da Quadrantes de cinco milhões ao Sesaram, a promessa de descida do IRC, atrás do exemplo da Irlanda, são demonstrações que o interesse público e o bem comum dos madeirenses não constam das preocupações do novo Governo”, expõem em nota de imprensa.