Atual quadro do PRODERAM chegou a 12.400 agricultores

Nuno Maciel foi o segundo orador do dia, na sessão plenária desta quinta-feira, para evidenciar os apoios comunitários e os efeitos multiplicadores daí resultantes. O deputado do PSD lembrou que, na reta final do atual quadro de apoios, no PRODERAM temos “uma taxa de compromisso que ultrapassa os 100%, para um total de 208 milhões de euros”. Destes, a Região apresentou uma “taxa de execução de 61,25%, no calor de 124 milhões de euros”. Foram, conforme Nuno Maciel, “12.400 agricultores, em diferentes medidas de apoio, a beneficiarem”. O deputado social democrata falou na importância destes investimentos no setor primário, “criando emprego e sustentabilidade”, detendo-se em pormenor na agricultura biológica, "onde crescemos 44% em área de produção", congratulando-se com os “51 projetos que foram apoiados” e mostrando-se convicto de que o futuro passa por aí, crendo que o próximo quadro irá reforçar este crescimento, apelando a prémios ainda “mais atrativos” para quem entrar por esta área, mormente os mais jovens.

Atual quadro do PRODERAM chegou a 12.400 agricultores
Nuno Maciel foi o segundo orador do dia, na sessão plenária desta quinta-feira, para evidenciar os apoios comunitários e os efeitos multiplicadores daí resultantes. O deputado do PSD lembrou que, na reta final do atual quadro de apoios, no PRODERAM temos “uma taxa de compromisso que ultrapassa os 100%, para um total de 208 milhões de euros”. Destes, a Região apresentou uma “taxa de execução de 61,25%, no calor de 124 milhões de euros”. Foram, conforme Nuno Maciel, “12.400 agricultores, em diferentes medidas de apoio, a beneficiarem”. O deputado social democrata falou na importância destes investimentos no setor primário, “criando emprego e sustentabilidade”, detendo-se em pormenor na agricultura biológica, "onde crescemos 44% em área de produção", congratulando-se com os “51 projetos que foram apoiados” e mostrando-se convicto de que o futuro passa por aí, crendo que o próximo quadro irá reforçar este crescimento, apelando a prémios ainda “mais atrativos” para quem entrar por esta área, mormente os mais jovens.