Assunção Cristas sai amanhã do Parlamento e é substituída por João Gonçalves Pereira

A líder cessante do CDS-PP, Assunção Cristas, deixa na segunda-feira o cargo de deputada na Assembleia da República, sendo substituída por João Gonçalves Pereira, líder da distrital de Lisboa do partido, adiantou o próprio à Lusa. “A partir...

Assunção Cristas sai amanhã do Parlamento e é substituída por João Gonçalves Pereira
A líder cessante do CDS-PP, Assunção Cristas, deixa na segunda-feira o cargo de deputada na Assembleia da República, sendo substituída por João Gonçalves Pereira, líder da distrital de Lisboa do partido, adiantou o próprio à Lusa. “A partir de amanhã tomarei posse na Assembleia da República, sempre com o mesmo espírito de missão das outras vezes que estive no parlamento e, portanto, espero estar à altura, mais uma vez, de cumprir aquilo que são os desafios do partido em sede parlamentar”, disse à Lusa o líder da distrital de Lisboa do CDS-PP. João Gonçalves Pereira – o nome que se segue na lista de candidatos que o CDS apresentou por Lisboa às eleições legislativas - já foi deputado e é também vereador na Câmara Municipal de Lisboa, onde continuará ao lado da líder cessante. A data da saída, apontou, foi combinada “em perfeita harmonia com a Assunção Cristas”. “Aliás, ela já o tinha anunciado publicamente e, portanto, é um processo natural de transição”, entende Gonçalves Pereira. Pouco dias depois de ter anunciado que iria deixar a presidência do CDS-PP, Cristas adiantou que sairia igualmente do parlamento depois do 28.º Congresso, que hoje termina. A partir de agora, mantém-se como vereadora na Câmara de Lisboa e como docente universitária. À Lusa, Gonçalves Pereira apontou que vai propor que os deputados centristas defendam na Assembleia da República “algumas ideias deste congresso” e das propostas apresentadas pelos órgãos de Lisboa ao congresso.