Apresentação dos Vinhos Imperfeitos junta especialistas no Funchal

Decorreu esta tarde a apresentação dos Vinhos Imperfeitos, do produtor Carlos Raposo, no Armazém do Sal. A iniciativa juntou, no Funchal, cerca de 20 especialistas do setor da restauração, entre chefs e 'sommeliers', que degustaram os três vinhos brancos que serão lançados no mercado regional a breve trecho.  "É sempre impossível chegar à perfeição, ele (Carlos Raposo) chamou-lhes vinhos imperfeitos, mas procurou atingir um nível de exaltação vínica nestes três vinhos que é muito difícil encontrar em Portugal, é muito difícil encontrar vinhos com características semelhantes a estes, e ao nível internacional as provas todas que temos feito deixam-nos muito satisfeitos, porque todos os críticos apreciam este vinho ao nível dos melhores brancos do mundo", esclareceu Carlos Macedo e Cunha, representante da marca.  "São vinhas muito velhas, com mais de 100 anos, que produzem muito pouco. Uma das características das vinhas velhas, além da qualidade intrínseca da uva, é produzirem muito pouco, é darem muito pouca uva", esclareceu o responsável, pelo que haverá apenas 100 garrafas de Imperfeito à venda na Região. Saiba mais na edição impressa de amanhã.   

Apresentação dos Vinhos Imperfeitos junta especialistas no Funchal
Decorreu esta tarde a apresentação dos Vinhos Imperfeitos, do produtor Carlos Raposo, no Armazém do Sal. A iniciativa juntou, no Funchal, cerca de 20 especialistas do setor da restauração, entre chefs e 'sommeliers', que degustaram os três vinhos brancos que serão lançados no mercado regional a breve trecho.  "É sempre impossível chegar à perfeição, ele (Carlos Raposo) chamou-lhes vinhos imperfeitos, mas procurou atingir um nível de exaltação vínica nestes três vinhos que é muito difícil encontrar em Portugal, é muito difícil encontrar vinhos com características semelhantes a estes, e ao nível internacional as provas todas que temos feito deixam-nos muito satisfeitos, porque todos os críticos apreciam este vinho ao nível dos melhores brancos do mundo", esclareceu Carlos Macedo e Cunha, representante da marca.  "São vinhas muito velhas, com mais de 100 anos, que produzem muito pouco. Uma das características das vinhas velhas, além da qualidade intrínseca da uva, é produzirem muito pouco, é darem muito pouca uva", esclareceu o responsável, pelo que haverá apenas 100 garrafas de Imperfeito à venda na Região. Saiba mais na edição impressa de amanhã.