AMM permite participação dos filiados no Dia Nacional do Motociclista na Madeira

A organização do Dia Nacional do Motociclista na Região, evento que junta habitualmente mais de 4.000 participantes e que este ano será celebrado a 3 de maio, vai ser conduzida pelo Club de Motards da Madeira (CMM) e não pela Associação de Motociclismo da Madeira (AMM), causando alguma polémica e ‘guerra’ entre os agentes do motociclismo. Nesse sentido, a Associação de Motociclismo da Madeira (AMM), em comunicado enviado à nossa redação, decidiu “dar liberdade de participação a todos os clubes filiados para integrarem o evento de 3 de Maio no Dia do Motociclista”, optando assim por um registo unificador, deixando no entanto críticas ao evento deste ano.  “Apesar de todo este processo estar cheio de falsidades, já que não houve qualquer candidatura à FMP para organização deste dia, e tão pouco a mesma foi formalmente entregue a qualquer clube regional, mais uma vez se colocam outros interesses à frente dos interesses dos clubes. Assim, parece que a entidade organizadora irá usar todo o trabalho feito pela AMM e que o evento decorrerá no Porto Moniz, em moldes distintos dos últimos dias do motociclista que nós organizamos”, diz ainda a AMM. O organismo refere ainda que “projetos mais importantes estão agendados e irão ser cumpridos na íntegra”, convocando os filiados para uma reunião “na próxima segunda-feira, pelas 19:30, na Rua do Brasil 68, nas instalações da Associação de Todo Terreno”.

AMM permite participação dos filiados no Dia Nacional do Motociclista na Madeira
A organização do Dia Nacional do Motociclista na Região, evento que junta habitualmente mais de 4.000 participantes e que este ano será celebrado a 3 de maio, vai ser conduzida pelo Club de Motards da Madeira (CMM) e não pela Associação de Motociclismo da Madeira (AMM), causando alguma polémica e ‘guerra’ entre os agentes do motociclismo. Nesse sentido, a Associação de Motociclismo da Madeira (AMM), em comunicado enviado à nossa redação, decidiu “dar liberdade de participação a todos os clubes filiados para integrarem o evento de 3 de Maio no Dia do Motociclista”, optando assim por um registo unificador, deixando no entanto críticas ao evento deste ano.  “Apesar de todo este processo estar cheio de falsidades, já que não houve qualquer candidatura à FMP para organização deste dia, e tão pouco a mesma foi formalmente entregue a qualquer clube regional, mais uma vez se colocam outros interesses à frente dos interesses dos clubes. Assim, parece que a entidade organizadora irá usar todo o trabalho feito pela AMM e que o evento decorrerá no Porto Moniz, em moldes distintos dos últimos dias do motociclista que nós organizamos”, diz ainda a AMM. O organismo refere ainda que “projetos mais importantes estão agendados e irão ser cumpridos na íntegra”, convocando os filiados para uma reunião “na próxima segunda-feira, pelas 19:30, na Rua do Brasil 68, nas instalações da Associação de Todo Terreno”.