Albuquerque faz apelo à hotelaria: "Peçam aos turistas o uso da máscara na rua"

O presidente do Governo Regional disse hoje que não entra em euforias pelo facto de não se ter confirmado ainda um possível foco de infeção local no Porto Santo, afirmando que é preciso ter "muita atenção para controlar a situação".  De seguida, lançou um apelo aos hoteleiros: "Peço que recomendem aos nossos turistas, que felizmente estão a a regressar à Madeira, para usarem a máscara quando circulam na via pública". À margem de uma visita à Aviatlântico, no Santo da Serra, Miguel Albuquerque frisou que "é importante que as pessoas façam um pequeno sacrifício para usar a máscara, no sentido de prevenir casos como o que aconteceu no Porto Santo". "Podíamos ter um foco de infeção local no Porto Santo, o que seria muito difícil de controlar", disse, admitindo que "neste momento a situação parece estar controlada, embora seja necessário aguardar mais algum tempo pelos resultados". O chefe do Executivo regional acrescentou, porém, que "é importante não entrar em euforias", advertindo com o agravamento das situações em países como a Itália, Espanha, e até no continente português, onde Albuquerque considerou que "os números são catastróficos outra vez". "Aqui na Madeira temos de ter juízo e cuidado. Nada de relaxar, temos de manter o distanciamento, usar a máscara, e tentar fazer a nossa vida, mas com todas as precauções", terminou.

Albuquerque faz apelo à hotelaria: "Peçam aos turistas o uso da máscara na rua"
O presidente do Governo Regional disse hoje que não entra em euforias pelo facto de não se ter confirmado ainda um possível foco de infeção local no Porto Santo, afirmando que é preciso ter "muita atenção para controlar a situação".  De seguida, lançou um apelo aos hoteleiros: "Peço que recomendem aos nossos turistas, que felizmente estão a a regressar à Madeira, para usarem a máscara quando circulam na via pública". À margem de uma visita à Aviatlântico, no Santo da Serra, Miguel Albuquerque frisou que "é importante que as pessoas façam um pequeno sacrifício para usar a máscara, no sentido de prevenir casos como o que aconteceu no Porto Santo". "Podíamos ter um foco de infeção local no Porto Santo, o que seria muito difícil de controlar", disse, admitindo que "neste momento a situação parece estar controlada, embora seja necessário aguardar mais algum tempo pelos resultados". O chefe do Executivo regional acrescentou, porém, que "é importante não entrar em euforias", advertindo com o agravamento das situações em países como a Itália, Espanha, e até no continente português, onde Albuquerque considerou que "os números são catastróficos outra vez". "Aqui na Madeira temos de ter juízo e cuidado. Nada de relaxar, temos de manter o distanciamento, usar a máscara, e tentar fazer a nossa vida, mas com todas as precauções", terminou.