113 infetados e 2 mortes por Covid-19 na Venezuela

O número de mortos devido à doença covid-19 aumentou, esta sexta-feira, para dois na Venezuela, país que regista um total 113 infetados, anunciou o ministro venezuelano da Comunicação e Informação, Jorge Rodriguez. Segundo o ministro, a morte hoje registada é de uma mulher de 78 anos, dia em que foram confirmados seis novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Segundo o governante, a doente “já apresentava diabetes, insuficiência respiratória e outras patologias e que tinha sido feita “uma biópsia pulmonar ‘post mortem’ e determinou-se que tinha covid-19”. Anunciado ainda que “o seu marido é um dos infetados”. Sobre os seis novos casos, Jorge Rodriguez precisou que três foram detetados no Distrito Capital, dois no estado de Miranda (sudeste de Caracas) e um em La Guaira (20 quilómetros a norte da capital). Trata-se de três homens e três mulheres. Segundo Jorge Rodríguez, está a ser elaborado “um plano especial” preventivo para Miranda, Caracas e La Guaira, que concentram 90 dos 113 casos confirmados no país. A Venezuela está desde 13 de março em “estado de alerta”, permitindo ao executivo decretar “decisões drásticas” para combater a pandemia. Estado esse que foi decretado por 30 dias, que podem ser prolongados por igual período. Os voos nacionais e internacionais estão restringidos no país.

113 infetados e 2 mortes por Covid-19 na Venezuela
O número de mortos devido à doença covid-19 aumentou, esta sexta-feira, para dois na Venezuela, país que regista um total 113 infetados, anunciou o ministro venezuelano da Comunicação e Informação, Jorge Rodriguez. Segundo o ministro, a morte hoje registada é de uma mulher de 78 anos, dia em que foram confirmados seis novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Segundo o governante, a doente “já apresentava diabetes, insuficiência respiratória e outras patologias e que tinha sido feita “uma biópsia pulmonar ‘post mortem’ e determinou-se que tinha covid-19”. Anunciado ainda que “o seu marido é um dos infetados”. Sobre os seis novos casos, Jorge Rodriguez precisou que três foram detetados no Distrito Capital, dois no estado de Miranda (sudeste de Caracas) e um em La Guaira (20 quilómetros a norte da capital). Trata-se de três homens e três mulheres. Segundo Jorge Rodríguez, está a ser elaborado “um plano especial” preventivo para Miranda, Caracas e La Guaira, que concentram 90 dos 113 casos confirmados no país. A Venezuela está desde 13 de março em “estado de alerta”, permitindo ao executivo decretar “decisões drásticas” para combater a pandemia. Estado esse que foi decretado por 30 dias, que podem ser prolongados por igual período. Os voos nacionais e internacionais estão restringidos no país.